This Is Us - 3x07 - Sometimes

Por Janaína Guaraná

16 de novembro de 2018


Todas as quartas-feiras This Is Us insiste em esfregar nas nossas caras que algumas promessas ou laços não se quebram nem com o tempo e nem com as dificuldades que a vida impõe. Uma guerra vivida pelo irmão de Jack, Nick, e todos os traumas queria agora vão fazendo sentido nos silêncios e pesadelos, não são impediram Jack e ir ao encontro do irmão. 

A linha temporal funciona perfeitamente em This Is Us, alguém está nos contando uma história e sabe lidar muito bem com o passado e presente. Todos os inícios são uma descoberta épica, são memórias, lembranças que ficarão marcados em nós, Rebecca e Jack, Kevin e Zoe lidam com os silêncios, com aquelas dores que incomodam demais para colocar para fora e deixamos acomodadas onde elas estão. 

Assim como Rebecca e Jack viveram felizes com os segredos que Jack preferia guardar ancorado na alma para não causar mais dor, Kevin diz que prefere viver sem segredos, contar tudo e saber tudo, e assim como Rebecca ele diz que não tem problema caso não dê para viver assim, um momento único, já que somos a soma das pessoas que conhecemos, viajemos que fazemos e das pessoas que amamos. 

Alguns segredos ficam melhores guardados, quando veem a luz dos olhos do outro podem mudar a percepção deles sobre nós, alguns segredos precisam ser contados para não causar mais destruição do que já causaram. É sobre um paradoxo interessante, Jack na busca por seu irmão, início de relacionamento com a Rebecca e sobre as desculpas que inevitavelmente temos que pedir ao longo da vida, Kevin na busca por seu pai, início de relacionando com a Zoe e sobre os segredos que nos deixam sem falas que somos obrigados a pedir desculpas. Gostaria de dizer que nossas vidas seguem caminhos próprios, mas This Is Us diz que algumas vezes é como a do nossos pais. 

Os sonhos que cultivamos quando não acontecem, naquele exato momento, parece o fim de algo forte dentro de nós. Só que quando do futuro olhando para trás, parece que tudo aconteceu como planejado e que as dores de antes não doem mais.
Comentário(s)
0 Comentário(s)