Grey's Anatomy - 15x01 / 15x02 - With a Wonder and a Wild Desire / Broken Together (Season Premiere)

Por Rozany Adriany

1 de outubro de 2018


A 15° temporada de Grey's Anatomy começa dando continuidade aos acontecimentos da Season Finale anterior após o casamento de April e Matthew e de Alex e Jo. 

Os dois episódios serviram para introduzir novos personagens, novos médicos e os novos plots que poderão se desenrolar ao longo da temporada! E, para mim, alguns deles podem realmente dar muito certo e outros podem ser bem irritantes.

Como é o caso do plot da Teddy. A personagem já retorna a Seattle envolvida em um possível triângulo amoroso, em um mal entendido e já esconde sua gravidez. Ou seja, coisa boa não me parece que irá sair dessa história e as confusões apenas estão para começar, já que Amélia, de repente, se deu conta de que tem sentimentos por Owen. Mas, como será quando Teddy contar que está grávida? Estou ansiosa para ver o desenrolar dessa história, apesar dos pequenos detalhes já estarem sendo irritantes!

Por outro lado, o plot da Jo trabalhando em algo revolucionário tem tudo para dar certo. A personagem cresceu bastante e seu trabalho com Meredith na season anterior foi um dos pontos mais positivos. Se estávamos apreensivos com a possível ida a Boston dos recém-casados, já podemos nos tranquilizarmos, afinal, agora Karev é o chefe interino, e devo confessar que as expectativas para vê-lo neste cargo são altas. Ele é um dos personagens que mais cresceram ao longo das 15 temporadas e acredito que tem maturidade suficiente para lidar com o cargo, apesar de achar que o lado burocrático é chato demais para ele, mas vamos ver que novidades nos aguardam.


Além disso, a introdução dos novos médicos foi bem interessante, assim como os casos apresentados nessa estreia. Apesar de achar que o nível dos personagens nunca alcançará os que perdemos até aqui. O fato de já termos um caso insano logo no início da temporada, para mim, é algo muito positivo, uma vez que, um dos maiores defeitos da season anterior, foi a falta de casos mais impactantes, algo que é característico da série. O quase atropelamento, a menina presa na bicicleta, o rapaz com um objeto estranho no reto e pegando fogo, foram situações que me deixaram apreensivas ao longo do episódio.

E, claro, não poderia deixar de falar sobre a diva Meredith Grey e seus sonhos eróticos com vários médicos do hospital. Acredito que, aquela conclusão no final da temporada anterior, foi um tipo de libertação/aceitação de Mer para que se visse disposta a seguir em frente e encontrar alguém. E foi muito engraçado ver suas reações ao interagir com os sujeitos dos sonhos no hospital!

No geral, acredito que foi um bom retorno, com um episódio leve e divertido, mas ao mesmo tempo, com uma boa dosagem de drama e apreensão relacionados aos casos médicos.

Ps. Não sei nem o que comentar sobre Jackson entrando numa vibe April de ser, rs.
Comentário(s)
0 Comentário(s)