Primeiras Impressões: Gone

Por Rozany Adriany

4 de setembro de 2018


Baseada no livro One Kick de Chelsea Cain, a série Gone conta a história de uma sobrevivente de um caso de sequestro infantil. Kit Lannigan (mais conhecida como Kick) passou cinco anos em cativeiro quando era criança até ser resgatada pelo FBI.

Kick então dedica os próximos anos de sua vida à aprender, e após isso, ensinar, auto defesa. Até que, um certo dia, o agente Frank (que a resgatou anos atrás) lhe faz uma proposta de trabalho o tanto quanto inesperada: juntar-se a uma força tarefa que trabalha para resgatar pessoas desaparecidas e/ou sequestradas.

Mas, por que? Bem, apesar de Kick ter passado dez anos de sua vida aprendendo a se defender, o trauma ainda é como uma ferida aberta que nunca cicatriza e adentrar neste mundo de perseguição aos bandidos quando ela conhece tão bem o sentimento que assola as vítimas pode ser um meio tanto de ajuda-la no trauma como de cutucar ainda mais a ferida. E a questão de entender exatamente o sentimento das vítimas e, de certa forma, a cabeça dos sequestradores que tornam Kick uma adição valiosa ao grupo.

A equipe é composta exatamente pensando nisso, todos os envolvidos estão ali porque têm experiência na àrea, seja por vivências pessoais e/ou profissionais. Com relação ao elenco e à equipe, além de Kick e Frank temos também John Bishop, um ex-fuzileiro que teve um irmão desaparecido quando criança e James Finley, também um sobrevivente, além claro de Frank e mais alguns agentes.

Um dos pontos que mais me chamaram a atenção e me prenderam à série é que os casos são os mais variados possíveis, desde o sequestro de uma criança ao rapto de mulheres por serial killers. O que faz com que toda a equipe precise se adaptar às diversas situações e lidar com sentimentos divergentes e um tanto conflitantes que, por vezes, abrem feridas antigas. Além disso, há uma certa química entre a equipe que faz com que tudo funcione muito bem.

Ah, e uma curiosidade: a série foi lançada no Canadá no final do ano passado, porém, só agora começou a ser liberada nos Estados Unidos (está no 5° episódio) e, até então, já tem 12 episódios garantidos para a primeira temporada.

Então, o que posso dizer a vocês é que vale a pena dar uma conferida! 
Comentário(s)
0 Comentário(s)