Las Chicas Del Cable - Terceira Temporada

Por Rozany Adriany

13 de setembro de 2018


Em minha humilde opinião, a terceira temporada de Las Chicas Del Cable (As Telefonistas) demorou um pouco para engrenar, mas quando engrenou amigos, me deixou sem palavras! Então, vou me esforçar para contar-lhes quais foram as minhas impressões desta nova temporada da série. 

Para mim, alguns acontecimentos ao longo da temporada foram bastante óbvios, como, por exemplo, que a mãe de Carlos não teria ido ao casamento pelo simples prazer de ver o filho casando com Lidia ou que a pequena Eva estava o tempo todo com a irmã de Carlos a mando da mãe. Ou que o pai de Carlota não sairia vivo do incêndio após aquela despedida. Entre outras coisinhas mais... mas, ao mesmo tempo, a temporada foi repleta de reviravoltas e acontecimentos importantes!

Primeiro, preciso confessar que não gostei muito do pulo temporal que aconteceu logo no início após a loucura toda da fuga e queda de Lidia, me deixou um pouco confusa e, por alguns momentos, fiquei me perguntando como que foi possível Eva sobreviver depois de todo aquele sangramento no centro cirúrgico! Demorei um pouco para me envolver na história entre um episódio e outro no início, mas logo as coisas ficaram interessantes.

Como sempre, a série traz uma representatividade feminina muito importante, principalmente pela noção que temos da época em que é retratada a história. A luta de Carlota e das outras mulheres por mais direitos é um ponto bastante relevante, ainda mais como foi abordado com relação ao estupro e à violência doméstica que, eram considerados pelas autoridades e outros cidadãos, responsabilidade da vítima e não do agressor, pelo simples fato de ser mulher! Um absurdo, não é mesmo?

Além disso, conseguimos ver também o avanço dos personagens. O retorno de Àngeles e seu envolvimento com o delegado, Marga casada com Pablo e tendo problemas de intimidade e com o irmão gêmeo dele (aliás, Marga é a melhor personagem sempre, rs). Os novos rumos tomados por Francisco! E como os problemas individuais de cada uma delas sempre as une, mesmo tendo algumas confusões e desentendimentos aqui e ali.

De forma geral, para mim os últimos episódios foram os melhores, me prenderam completamente e me deixaram sem fôlego com a forma como as coisas se desenrolaram. Acredito que se a temporada tivesse começado na mesma intensidade com que acabou, eu teria terminado muito mais rápido de assisti-la!

E, para finalizar, não posso deixar de expor minha indignação com os minutos finais que me deixaram atônita e querendo a 4º temporada para ontem!
Comentário(s)
0 Comentário(s)