Cinema em Foco: A Freira

Por Ellen Joyce Delgado

14 de setembro de 2018


Hoje o cinema em foco traz uma produção assombrosa - o que nem sempre é comum. Nessa última semana o cinema trouxe uma exibição muito aguardada por aqueles que amam dar uns gritos de medo. O filme é A Freira, com um discurso de continuação da trama Invocação do Mal

O filme já começa com a aparição de duas freiras integrantes de um convento de clausura - o que diz respeito a um lugar onde ninguém pode sair, modelo de um internato. Ambas as freiras estão atrás de uma porta que diz algo do tipo "Aqui não habita mais Deus". O medo já começa no início. Em seguida, já vemos um homicídio seguido de um difícil suicídio.  

Após o encontro do corpo de uma das irmãs, a igreja resolve começar uma investigação sobre esse espaço de clausura. Não é aprovado pelo clero um lugar isolado onde mortes injustificadas acontecem. 



É enviado para o convento um Padre (Burke) e uma Noviça (Irene), com a ajuda de um morador das redondezas - um dos poucos que tinha contato com o lugar e presenciara a amplitude do caso. Uma das confusões iniciais na trama é inconstância de fatores que os levaram até o lugar. Não existia uma ligação de motivos consistentes para ambos investigarem o fato. 

Logo na primeira noite dentro do convento, o Padre e a Noviça já presenciam uma atividade paranormal, o que, de fato, deveria ter alguma explicação para eles. Mesmo diante disso, eles decidem continuar no convento. Desde então, as cenas seguintes condizem ao o tipo de filme: Terror! 

O filme teve uma produção boa. Normalmente, os filmes de terror deixam a desejar quanto àquilo que condizem. Se você quer ver anormalidades e estar diante de sustos, essa é uma opção agradável. 


A sonoridade do filme ajudou bastante quanto a isso. A produção investiu muito bem . Em alguns momentos, a ausência do som se torna mais acertada, pois, em seguida, temos o assombro por algo súbito. 

Por fim, reafirmo que o filme vale a pena para aqueles que amam essa segmentação do cinema. Mas claro: Veja-o por um lado mais simples e sem um marco triunfante diante de outras produções.


Comentário(s)
0 Comentário(s)