Into the Badlands - 3x7 - Dragonfly's Last Dance

Por Alvaro Luiz Matos

1 de julho de 2018

Tosco, o episódio começou com o plot mais tosco que poderiam criar. 

Quem se importa com a menina que perdeu a perna? Qual era a relevância dela na história até aqui? Mais do que isso, como ela do nada se tonou líder daqueles capangas e se revoltou contra a Viuva a ponto de conseguir invadir o lugar mais seguro de Badlands?

A motivação, ao contrário dessa lamentável surpresa, já tinha precedentes. O descontentamento com a viúva e suas decisões já eram datadas desde o início da temporada e vinham se convergindo para alguma revolta. Entretanto, a revolta ter vindo de dois personagens tão irrelevantes, foi decepcionante.

A série até se planejou para construir o plot, mas foi pouco. E para não parecer aleatório vamos nos lembrar de que ambos os líderes da revolta mostraram indícios de sadismo e gosto por sangue durante o episódio em que foram apresentados. Ele por matar por gosto um soldado de Chau e ela por ter a vida salva por Bajie e preferir ter morrido a ficar deficiente.

Até aí algo foi construído, mas onde os personagens conseguiram mobilizar uma revolta ficou vago.

De qualquer forma Lydia resolveu fazer jogo duplo e até triplo, mas, por mais que ela seja uma das boas personagens da série, ainda gosto muito mais da Viúva. Portanto minha torcida foi para que Nataniel continuasse leal como sempre me pareceu ser.

Aliás, nada melhor do que ver nossa Viúva dando a volta por cima e matando o garoto da forma mais merecida possível, criando em seguida as cenas de ação existentes em cada um dos episódios de Into The Badlands.

Ao contrário disso, Sun passa a ser mais interessante do que vinha sendo nos últimos episódios e começa a desvendar novos segredos sobre sua história. Mas afinal quem é Sunny?

Não tem ficado muito claro para mim, mas um monte de samurai (adoro samurai) de vermelho e preto com uma maconha no peito (estou nem aí se você disser que é um Lotus) foi muito top. O episódio acendeu nossa curiosidade sobre o passado e o futuro dele, mas não se deixe enganar com a agitação...

Em resumo, para um episódio pré season finale, foi pouco, faltou. O plot principal poderia até acontecer, mas não nesse momento, não tão perto de acabar a temporada, perdendo a chance de preparar o roteiro para o finale.

Por falar em finale, quem está ansioso? Não da para saber o que deve acontecer.
Comentário(s)
0 Comentário(s)