Cinema Em Foco - Eu Não Sou Um Homem Fácil

Por Juliana Pereira

24 de abril de 2018


E se os papéis fossem invertidos? 

Eu Não Sou Um Homem Fácil (I Am Not an Easy Man) é uma produção francesa que entrou recentemente no catálogo da Netflix. Só pelo nome já tive a ideia de que era algo relacionado à gênero. Assim, o enredo é sobre um machista ‘nato’ que após bater a cabeça viu seu mundo se inverter e as mulheres dominam tudo. 

No primeiro momento achei que as mulheres iam assumir o comando dentro das nossas características, mas foi ao contrário, a produção masculinizou as mulheres e feminizou os homens. Confesso que isso me incomodou bastante, pois os personagens são extremamente estereotipados e eu gostaria de ver como seria as mulheres, dentro de suas particularidades, em papéis de poder. 

O engraçado é que algumas cenas causam um verdadeiro estranhamento e com o tempo é possível perceber que não estamos acostumadas a ver isso diariamente, e por isso, nesse aspecto o filme foi legal. Contudo, o nome e algumas cenas deixam o assunto um tanto leviano.

Entendi que o filme tenta mostrar como seriam as relações exatamente fazendo uma troca, mas o machismo mata todos os dias e acredito que é um assunto que podia ser melhor trabalhado, além de humor. Um bom exemplo disso é um caso, pelo que entendi, pois não foi nada explícito, de estupro, em que o personagem principal é assediado e o levam para o banheiro e só aparece a mulher -abusadora- deitada no banheiro e ele abalado. Entendi que ele, como homem, usou a força física para derrubar a mulher e ele seguiu a vida normalmente depois. Sabemos que na vida real não é assim! 

Acho que o filme é bom para fazermos mais reflexões, mas nada muito além disso.
Comentário(s)
0 Comentário(s)