Literatura em Foco: Lugar Sombrio

Por Ana Silvia Soeiro

14 de fevereiro de 2018

Ed e Lorraine Warren estão na mídia comum há alguns anos. Mas para quem sempre se interessou por mistério, horror e sobrenatural conhece a importância do casal estadunidense. Sabe que os mesmos estiveram presentes em casos fantasmagóricos bem “badalados” como o da infame boneca Annabelle e de uma das casas de horror mais famosas do cinema Amtyville.

O livro “Lugar sombrio” não poderia ser diferente. Até porque já teve adaptação cinematográfica, e até episódios (sim, mais de um) em séries do canal Discovery Channel com a temática terror. A história acompanha a saga de uma família norte americana que sofre terrores psicológicos e físicos nas mãos de uma entidade sobrenatural que começa a agir assim que os mesmos se mudam para um apartamento espaçoso, lindo e de acordo com as necessidades dos mesmos. Muito bom para ser verdade na vida cotidiana? Pois é, eles descobriram da pior forma possível que realmente era bom demais para ser verdade.

O livro conta tudo o que eles passaram, desde que o filho mais velho começou a ser atacado por uma entidade sombria. Quando todos começam a duvidar do mesmo, até a hora em que todos os integrantes começaram a vivenciar fenômenos paranormais, momento em que os Warren (heróis da narrativa) intervém no caso e obtém sucesso em libertar a família do mal que os aflige.

Gostei bastante do livro pois, para eu, que gosto do gênero a narrativa não é cansativa e ao contrário das adaptações para as telonas, não há a “forçação de barra” para um final feliz. Quando o assunto é paranormal, dificilmente existe essa possibilidade e isso fica bem claro. Os Warren são chamados por várias pessoas de charlatões, mas fica difícil discordar de uma boa construção textual, aliado de provas e envolvimento de instituições seculares.  Em resumo, o livro é bom e deixa o leitor com um gosto de quero mais. 
Comentário(s)
0 Comentário(s)