Em foco no Oscar: Três Anúncios para um Crime

Por Juliana Pereira

2 de março de 2018

O que você faz quando sente raiva? 

Aposto que essa pergunta tem como resposta algo vago ou simplesmente entra na fila do “só saberei quando acontecer”. E o filme em questão trata muito bem disso. Mildred, interpretada por Frances McDornand, é a personagem principal que busca justiça pela morte da filha. A polícia local aparentemente parou de procurar os culpados e isso faz com que Mildred pague por três outdoors com frases diretas e pesadas cobrando mais efetividade nas investigações do crime. 

É um filme com diálogos pertinentes sobre o poder da polícia, racismo e ódio. No desenrolar da história a gente percebe que todo mundo possui alguma mágoa que direciona suas respectivas atitudes. 

Ao mesmo tempo que é forte, o enredo consegue mostrar com delicadeza a evolução de cada personagem. Não é filme de ação, mas é um filme que te prende do início ao fim. Falando em the end, quem espera um final feliz como de costume pode se frustrar um pouco. No entanto, é sempre bom lembrar que na vida real nem tudo acontece como a gente espera e tem coisas que não podemos controlar e Três Anúncios para um Crime deixa isso bem claro numa ficção muito próxima da realidade. 

Acredito que é merecido o elenco e diretor, Martin McDonagh, levarem algumas estatuetas para casa, mesmo não tendo assistido ainda a todos os filmes que estão concorrendo ao Oscar.
Comentário(s)
0 Comentário(s)