Conheça: A Louva-a-Deus (Primeira Temporada)

Por Rozany Adriany

4 de janeiro de 2018

A nova série disponibilizada pela Netflix no último 29 de dezembro, onde uma sequência de assassinatos que lembram uma serial killer dos anos 90, a Louva-a-Deus (La Mante, em francês). 

Presa há 25 anos, a serial Killer aceita ajudar a polícia nessa nova busca e impõe algumas condições, claro. Suas vítimas são homens que cometeram violência doméstica ou crimes de abuso, todos foram mortos com uma técnica típica de caçada de animais. 

Jeanne Deber (Carole Bouquet) com ajuda do seu filho, agora policial, começa a ajudar a perseguição do seu imitador, a trama não é original, mas acredite que o desenrolar é surpreendente e apenas no penúltimo episódio eu adivinhei quem era o tal imitador. Durante as investigações, feridas mais profundas vão sendo reveladas e a busca pela cura é contínua. 

E não, a série não é clichê, Jeanne tem seus próprios traumas e demônios, e alega ter matado quem merecia morrer, mas em nenhum momento tentam suaviza-la, para caber no papel de mocinha. Mesmo com um passado cru e amargo, Jeanne tem prazer em matá-los e sente o mesmo quando descobre sobre seu imitador. 

O filho Damien (Fred Testo) também tem seus fantasmas e dores, a difícil  relação com a esposa e avô, as dificuldades em socializar e os ataques de raiva, mostram que algo sempre esteve muito errado com ele. 

A conclusão pode ser fraca em entregar os motivos do imitador. Mas, a história não era sobre ele, era sobre o desenvolvimento de uma relação entre mãe e filho destruída por uma crise, sobre as motivações da própria Louva-a-Deus e sobre quão rasa pode ser uma opinião. 
Comentário(s)
0 Comentário(s)