Grey's Anatomy - 14x07 - Who Lives, Who Dies, Who Tells Your Story

Por Rozany Adriany

11 de novembro de 2017


Não há outra palavra que eu possa usar para definir esse episódio além de: nostálgico! O 300° episódio vinha deixando todos nós em uma expectativa que, sinceramente, há tempos não sentíamos ao falar de Grey's Anatomy, mas é maravilhoso dizer que ele fez jus a essas expectativas e, mais, as superou. 

É impossível não amar um episódio cheio de referências à personagens que tanto nos encantaram ao longo dessas 14 temporadas em que somos apaixonados pela série. Derek Shepherd, Cristina Yang, George O'Malley, Izzie Stevens, Mark Sloan, Lexie Grey, Callie Torres... personagens que foram essenciais durante as primeiras e, definitivamente, melhores temporadas de Grey's Anatomy. Personagens que foram fundamentais para que nós nos encantássemos pela série desde seu piloto. E falando em piloto, o que foi ouvir mais uma vez aquela abertura das primeiras temporadas que, até hoje, eu não entendo porque foi retirada? Pura nostalgia!

O 300° episódio me fez chorar como há muito tempo eu não chorava assistindo a um episódio dessa série que eu tanto amo (e alguns irão dizer que eu deveria ser imparcial escrevendo sobre o episódio, mas gente, é impossível, rs). O episódio reuniu tudo aquilo que eu sempre amei no show: casos interessantes, situação inusitadas, momentos engraçados, emoção, drama, e tantos outros sentimentos que nem consigo descrever. 

O caso do acidente na montanha russa que levou três internos muito parecidos com George, Yang e Izzie ao Grey-Sloan foi muito bom e trouxe memórias a todos os envolvidos no caso. Receosa em entrar no jatinho particular dos Avery rumo à premiação, Meredith se joga de cabeça no trabalho e em salvar os pacientes. Enaltecer Mer vem sendo uma das melhores coisas nesta 14° temporada! A personagem está colhendo todos os frutos de seu árduo trabalho, de tudo o que superou e segue superando ao longo de sua vida e isso é simplesmente lindo de ver. O discurso de Avery, a visão de Ellis aplaudindo e sorrindo, o discurso de Zola, o momento de Mer com Derek na balsa, a ligação de Cristina, todas as referências não poderiam ser mais emocionantes (e sim, eu chorei como se não houvesse amanhã).  E nada mais justo e mais certo do que ela ganhar o tão sonhado e aclamado Harper Avery! 

Esse episódio foi simplesmente perfeito! Alex falando de Izzie de peito aberto mostrando quão grande foi sua evolução, Owen falando de Cristina mostrando quão incomparável ela é, Alex e Mer retomando suas memórias de internos e retornando àquele lugarzinho onde eles se reuniam após os cansativos horários de trabalho, Amélia mostrando como Derek poderia ter sido salvo se tivesse sido cuidado da maneira certa (tão doloroso), Zola fazendo referência ao pai de uma maneira tão linda, Webber se mostrando um mentor orgulhoso, assim como Bailey que representou todos nós com suas lágrimas ao ver o resultado e o discurso de Jackson, Arizona falando de Mark, Sofia chegando e o foco dado na foto da família. Ai gente, tudo! Cada detalhezinho desse episódio foi simplesmente magnífico, lindo de ver e emocionante ao extremo. 

Não posso finalizar de outra maneira a não ser reafirmando quão viva Grey's Anatomy está e como eu espero que os próximos episódios sejam cada vez melhores! Feliz 300 episódios a todos nós fãs de Grey's e até a próxima!
Comentário(s)
0 Comentário(s)