Blindspot - 3x03 - Upside Down Craft

Por Rozany Adriany

16 de novembro de 2017

Primeiramente, peço desculpas pelo atraso desta review, estive meio doente, o que causou um certo bloqueio em escrever, mas, vamos lá!

A temporada começou cheia de mistérios e segredos, como já foi comentado nas reviews anteriores e, o episódio dessa semana também trouxe mais alguns para que a gente comece a entender melhor qual a motivação de Roman com as novas tatuagens de Jane. 

Roman se sente traído por Jane e, obviamente, quer atingi-la onde, supostamente, mais dói: sua nova vida e seus novos amigos. Pelo que podemos perceber até aqui, as novas tatuagens não tem como objetivo apenas salvar o mundo como havíamos pensado. Pelo visto, Roman pensou mais adiante e, através de cada caso, segredos de cada membro da equipe serão revelados, como aconteceu no episódio anterior com a descoberta do envolvimento de Jane com um certo grupo de rebeldes. 

Desta vez, Patterson e Rich é quem têm um de seus segredos em risco, quando uma das tatuagens desvendadas coloca a equipe atrás de um trio de hackers anônimos. Acontece que, inicialmente, Patterson e Rich se uniram à uma terceira hacker, Kathy, a fim de utilizar suas habilidades ilegalmente para o bem, um certo tipo de Robin Hood dos hackers. Claro que, após perceberem que as intenções da parceira estava mudando, os dois se desligaram do grupo, mas, os trabalhos seguiram adiante sem eles.

Ou seja, a premissa é que sejam desvendadas não só as novas tatuagens, como também os segredos de cada um ao longo dos anos que, supostamente, a equipe esteve separada. Sendo assim, uma forma de nós, telespectadores, descobrirmos também o que aconteceu nesta linha temporal após os acontecimentos da season finale.

Na teoria os três hackers não se conheceram pessoalmente, apenas se comunicavam por mensagens, mas, nós sempre temos nossos jeitinhos característicos que, em algum momento, acabam nos denunciando. E foi o que aconteceu com Patterson e Rich ao se depararem com Kathy enquanto ela era interrogada no FBI. A hacker percebeu que os dois eram seus ex-parceiros e, meio louca que era, colocou na cabeça que eles haviam sofrido lavagem cerebral e por isso agora estavam trabalhando com o FBI, o que a fez sequestra-los e obriga-los a fazer alguns trabalhos pesados para ela para provar o valor deles.

O caso foi bem tenso e, por sorte, o FBI conseguiu encontrar os dois a tempo e prender a maluca, rs. E, no geral, o episódio foi bom, com uma certa dose de ação e de tensão, com aquele toque de comédia característico de Rich (que é impossível não rir, rs), um certo suspense vindo de Roman que, parece ter muito mais planos em mente, e claro, um toque de "fofurinha" proporcionado pelo casal Jeller.

A temporada voltou com uma boa consistência, a série continua entregando ótimos episódios, os casos estão interessantes e só nos resta torcer para que siga assim, e melhore cada vez mais. Então, até a próxima.
Comentário(s)
0 Comentário(s)