Arrow - 6x03 - Next of Kin

Por Bruna Horta

1 de novembro de 2017

A trama de Dig como Arqueiro Verde tem tudo para acabar mal. 

Já tinha sido anunciado isso no episódio anterior, através da omissão a Oliver sobre o problema do ombro, mas parece que ainda renderá o assunto John Diggle como o Arqueiro. E caso essa resolução seja trágica, será outro momento sombrio para a série. Afinal, com a revelação no fim do episódio que os tremores acabaram por causa de uma droga injetada, imagina-se três tristes possibilidades ao novo usuário do manto verde: sua morte, sua prisão ou o afastamento dele da equipe. Qualquer uma das possibilidades deixam a equipe estremecida e é mais um ponto que reforça o argumento do post anterior, do apontamento do fim da série. 

Falando de time Arrow, nota-se que à princípio a falta de liderança de Jon e a dificuldade em tomar decisões, foram decisivas nas lutas, mas ao conseguir superar isso, Dig mostra uma nova faceta de líder que antes Oliver não apresentava. Ao descentralizar o poder, dando autonomia ao time, gera evolução em campo de batalha de todos os membros (inclusive Curtis) e ainda valoriza as individualidades de cada um, ao dar ênfase nas características fortes de cada um. Oliver estava certo ao mostrar que Dig o inspirou a tornar o Arqueiro Verde e por não carregar tantos lados sombrios e responsabilidades, talvez possa ser mais tranquilo para Dig comandar, ainda mais com as tecnologias para forjar seu manejo com arco, mas é inegável a superioridade de Oliver lidar com tantas pessoas sozinho. É melhor a equipe continuar ajudando Jonh, caso contrário as coisas irão ficar feias. 

Além da trama principal, outros três destaques foram: Felicity se aproximando de William, os novos vilões e Oliver convocando o plebiscito à respeito dos vigilantes. Bem, foi ótimo ver nossa hacker preferida sabendo lidar com crianças, de forma que Oliver não tinha conseguido atingir o filho ainda. Foi uma boa escolha reaproximar o casal, mas pode ser mais um sofrimento futuro. Outra escolha acertada foram esses vilões mais reais dessa temporada. Traz uma verossimilhança incrível, afinal já bastava loucos megalomaníacos como Chase e Dark, né? Por fim, é importante frisar que colocar nas mãos da cidade decidir o que fazer com os vigilantes é ótimo e recai numa reflexão deixada por muito tempo de lado na série. Tomara que polícia e time Arrow consigam combater o crime juntos e não sejam atrapalhados por investigações paralelas da agente do FBI. 

Ps: Deixando a trama de lado, devo ressaltar uma parte técnica interessantíssima com a troca da identidade do Arqueiro. Na cena da luta do carro, ficou muito evidente que foi preciso mudar a forma de filmar a série também. Dig não tinha o arco adaptado até então e a luta corpo a corpo gerou a tensão e beleza de uma cena mais fechada, mostrando planos dentro e fora do carro, simplesmente genial!
Comentário(s)
0 Comentário(s)