American Horror Story Cult - 7x09 - Drink The Kool-Aid

Por Ana Silvia Soeiro

8 de novembro de 2017

O Halloween já passou, é fato, mas Kai continua contando histórias de terror logo no início do episódio: histórias sobre “bem-sucedidos” líderes de seitas que mataram centenas de pessoas, todos absolutamente certos em sua crença de que são Messias com “sêmen abençoado”, até os que envenenam pessoas. Ótimo começo, não? Para os minions dele, sim.

O título do episódio já evidencia o próximo passo do líder: beba veneno se você acredita em mim, ou simplesmente morra, não precisamos de infiéis em nosso meio. Falando em infidelidade, Ally finalmente consegue ter uma DR com a esposa, tentando entender o que a levou a fazer parte de um culto liderado por um maluco psicopata. A resposta? A culpa é sua Ally! Mas culpa não está nos planos dela, que revela que o período de internação foi um divisor de águas em sua batalha contra suas fobias. Tudo simplesmente foi embora, desde que ela começou a pensar em um plano muito simples: morte à esposa.
 

Na Itália existe um ditado muito antigo que diz mais ou menos: “nunca aceite vinho de uma mulher chamada Lucrécia”. Os Borgia popularizaram o envenenamento através desta bebida e certamente o roteiro utilizou bastante esses dois componentes: bebida e veneno. Ponto para Ally que respondeu à minha pergunta sobre o que uma mãe não faria por seu filho: envenenar, se envolver com um psicopata, roleta russa com “ki suco”, etc.

A lista de Ally só vai crescendo, só nos resta torcer para que ela consiga ficar com o fofurinha do Oz. Mas de que adianta torcer por alguém em American Horror Story?
Comentário(s)
0 Comentário(s)