The Last Ship - 4x04 - Nostos

Por Rozany Adriany

7 de setembro de 2017

Estou tão emocionada com esse episódio que nem sei por onde começar, mas vamos lá! A aflição é uma constante durante todo o episódio, mas isso não é lá muita novidade, afinal, é um dos sentimentos que sempre estão presentes enquanto assistimos The Last Ship, não é mesmo? 

Mas, a agonia principal se deu devido à toda situação envolvendo Mike perdido, ferido e drogado, enquanto todo o restante do grupo tentava encontrá-lo e sair da mira de Giorgio e cia. Além disso, também tivemos algumas revelações durante este episódio que nos deixaram bem chocados, pelo menos a mim deixou! Descobrir que o carinha que, aparentemente, ajudou Chandler na hora da luta (aquele que enfaixou suas mãos e colocou o pozinho para ajuda-lo a cegar o oponente) é, na verdade, não só pai de Giorgio e Lucia, como também o cabeça por trás das ordens dadas a eles, foi bem surpreendente! 

Não vou mentir que, no primeiro contato entre Chandler e ele, eu pensei que ele era um dos bonzinhos metidos ali sabe-se lá porque, mas essa série sempre consegue nos surpreender em suas reviravoltas e esse é mais um ponto positivo nela! 

Voltando à Slattery... que agonia esses flashbacks e a trajetória até que ele conseguisse chegar à igreja e enviar o código morse! Fiquei tão angustiada achando que o personagem ia morrer que até pareceu que o episódio durou uma eternidade até que ele finalmente estivesse à salvo! E aqui preciso elogiar a interpretação do ator Adam Baldwin que deu um show à parte neste episódio! 
E, para nossa sorte, entre um tiroteio e outro e uma bela estratégia para despistar o navio grego e, ao mesmo tempo, impedi-los de abater o helicóptero, o resgate foi feito aos 45° do segundo tempo, fazendo com que nós, telespectadores, fôssemos finalmente capazes de soltar a respiração, rs. 

Com as sementes em posse da marinha americana, só nos resta aguardar os próximos episódios para ver que movimentos Giorgio e sua família irão fazer para tentar consegui-las de volta. E não podemos esquecer de Omar que, embora pareça ter sido abatido por Giorgio, tenho quase certeza que ainda vai atormentar bastante.

Porém, meu último comentário precisa ser exclusivamente direcionado aos minutos finais deste episódio. Ver Tom Chandler retornando ao Nathan James, de onde, na minha humilde opinião, ele nunca deveria ter saído, foi simplesmente emocionante! E eu achando que não poderia amar ainda mais essa série!
Ps1. Só eu amei ver o Tom mostrando quem é que manda para o britânico? Queridos, se tem alguém que sabe o que está fazendo é Tom Chandler!

Até a próxima, gente!
Comentário(s)
0 Comentário(s)