Suits - 7x10 - Donna

Por Rozany Adriany

20 de setembro de 2017

O título do episódio já nos diz muito sobre ele, não é? É claro que as expectativas estavam muito em alta, e devo dizer que foram sim atendidas! O episódio foi ótimo, e acredito que agradou até o mais descrente desta temporada que, até aqui, não vinha agradando à muitos. Então, vamos lá!

Quando mais um promotor vem com todo seu ódio para cima de Harvey, é bem óbvio que ele irá tentar atacar pelo lado que todos acreditam ser o mais vulnerável dele, e infelizmente, esse lado é Donna. Infelizmente para o promotor, claro, que, embora tenha conseguido abalá-la no tribunal, mexeu com a pessoa errada e logo percebeu isso. É inevitável que todos insinuem a existência de um romance entre Harvey e Donna, e nós já estamos mais que acostumados a ver os promotores atacando com toda força as testemunhas enquanto estão depondo.

Donna tem essa necessidade de provar que chegou ao seu cargo atual devido ao seu esforço e trabalho, mesmo que não seja advogada ou que não tenha diploma em administração, e claro que a humilhação no tribunal iria afeta-la. Achei meio desnecessário ela ter descontado tudo em Louis que, embora não a tenha preparado para o tribunal, também não a deixou na mão, afinal, ele deu a munição para Harvey e Mike, mas não podia prever que o promotor tinha outra carta na manga, não é mesmo?

E já que estamos falando nele... Louie focou em ajudar seu novo colega de trabalho e eis aqui meu maior exemplo para todos os meus comentários sobre o personagem. Louis tem em si uma lealdade excepcional, e se tem algo que não podemos negar é que ele sempre faz o impossível para ajudar nos momentos difíceis e foi o que ele fez com Alex, mesmo estando abalado pelas palavras de Donna. Para mim, o melhor de tudo foi vê-lo assumindo para ela que seu caso com Sheila o abalou, uma vez que ele percebeu que havia perdido a pessoa com quem queria realmente estar para outro. Foi triste e quis muito dar um abraço nele nesse momento, rs.
Seguindo a linha de raciocínio, desde que soube de um certo spoiler antes mesmo de assistir ao episódio fiquei me perguntando porque os produtores resolveram esperar sete longas temporadas para que, praticamente, todos os personagens resolvessem incentivar Donna à expor seus sentimentos para Harvey. E, dessa vez, ela resolveu escutar e tirar a prova de tudo o que estavam falando... Porém, só nos resta esperar para saber qual será o resultado desta prova, afinal, aquele comentário dela no final me deixou meio em dúvida. "Eu precisava saber".. E soube, colega?

Apenas para nos deixar na ansiedade, a série entra em hiato e, provavelmente, só volta no início do próximo ano, como de costume. Ou seja, todo castigo para nós, seriadores de plantão, é pouco!

Ps1. Claro que o promotor não iria deixar passar a afronta de Harvey e resolveu atingi-lo em sua mentora, Jessica Pearson, conseguindo tirar sua licença em Nova York. O que, acredito eu, será apenas mais um gancho para o spin-off que terá a personagem como protagonista em Chicago. Ah, e obviamente, para que seu nome saia, de uma vez por todas, da parede da empresa.

Ps2. Finalmente vimos o tão esperado beijo e, não vou mentir, eu esperava mais. (sorry)

Ps3. Ah, não comentei muito sobre o caso de Rachel e seu pai porque só tenho uma coisa a dizer: deem mais visibilidade à Rachel, a personagem arrasou no caso e mostrou que merece bem mais do que viver atrás daquela mesa dela! 
Comentário(s)
0 Comentário(s)