Suits - 7x08 - 100

Por Rozany Adriany

2 de setembro de 2017

Chegamos ao 100° episódio desta seriezinha linda, episódio que foi dirigido por nosso querido Patrick J. Adams (Mike) e que nos deixou cheios de expectativas, por isso é até com um pesar no coração que eu digo que esperava mais dele!
 
O episódio deixou a desejar, e infelizmente, não é de hoje que venho dizendo que essa temporada, até aqui, está precisando de melhorias. Melhorias essas que eu tenho certeza que os produtores são mais do que capazes de nos proporcionar, então, o que está faltando, produção?
 
Primeiramente, o episódio reviveu personagens que, ao meu ver, não tinham necessidade alguma em retornar. E deixou de fora uma das principais personagens que nós sempre amamos rever: Jessica Pearson! A cada dez comentários que li sobre ele, onze eram reclamações por ela não ter aparecido. E, sim, eu concordo! Jessica sempre dá um certo "up" aos episódios desde que resolveu afastar-se da empresa no final da 6° temporada e passou a aparecer esporadicamente nesta season.
 
Mas, lamentações à parte, vamos ao que interessa... Como falei acima, achei totalmente desnecessário reviver tanto Sheila, a ex de Louis, como o ex de Donna! Os dois personagens se encontram em momentos críticos no que diz respeito à suas vidas pessoais. Donna vem lidando internamente com os sentimentos contraditórios que surgiram ao saber do romance de Harvey e Paula, enquanto que Louis vem lidando com sua recuperação mental e emocional após perder Sheila e, em seguida, sua ex namorada que estava grávida. E neste episódio, lhes aparece meio que uma válvula de escape, uma certa tentação em livrar-se destes sentimentos que os têm colocado para baixo, nem que seja por algumas horas, ou por uma noite!
É impossível não soltar algumas gargalhadas com o lado cômico que reaparece na interação entre Sheila e Louis, mas, no fundo, a minha torcida é para que o retorno temporário dela não faça com que o personagem retroceda, afinal, até então, Louis é o personagem que mais tem avançado nesta temporada! E, no que diz respeito à Donna, é claro que a personagem não se deixaria levar pela tentação, mesmo que, em um momento tenso, ao encontrar-se com Paula (e a torta de climão foi evidente), ela tenha cogitado fazê-lo. 
 
Por fim, tivemos o encerramento do caso pro bono de Mike que mais trouxe problemas do que tudo durante estes oito primeiros episódios. Mas, o resultado foi até satisfatório! Embora eu tenha achado todo o envolvimento do pai da Rachel meio surreal e as brigas ridículas, o momento chave foi, evidentemente, quando eles resolveram se unir e organizar o tiro certeiro para livrar-se de vez do caso e das duas empresas que estavam causando problemas à firma e à Alex, de maneira vitoriosa.
 
Agora, eu espero que Suits volte a entregar episódios bons e que nos deixam ansiosos por mais e mais. Que a empresa volte a trabalhar em bons casos, volte a ir aos tribunais, que Mike ponha sua cabeça no lugar e volte a trabalhar direito sem o mimimi que sempre carrega consigo e que Donna e Rachel sejam melhores aproveitadas em suas novas posições.  
Ps1. Louis tem seus defeitos, alguns sérios problemas em controlar suas emoções, mas gente, como amo a amizade dele tanto com Donna como com Rachel. No fundo ele é um amorzinho e tem um coração enorme!  
Ps2. A gente precisa comentar sobre essa comemoração de 2 meses de namoro do Harvey e da Paula? Acho que não, né. rs 
Comentário(s)
0 Comentário(s)