Lista em Foco - Melhores Séries Criminais

Por Janaína Guaraná

13 de setembro de 2017


Dessa vez fizemos uma pesquisa rápida no Twitter para saber qual seria o próximo tema do #ListaemFoco, com o resultado em mãos, descobrimos que deveríamos votar nas melhores séries criminais que assistimos. Teve o tumulto básico de sempre, (sempre tem um engraçadinho), mas no fim as séries vitoriosas foram: 


1 - Lúcifer é aquela série que quase todo mundo, provavelmente, teve um certo "preconceito" quando ouviu falar sobre, mas que, certamente, se resolveu dar uma chance, percebeu de cara que havia feito besteira em não começar antes. Claramente foi o que aconteceu comigo, por isso, para os que ainda não deram uma chance, preciso começar esse texto dizendo que vocês não sabem o que estão perdendo, sério! 

Ela conta a história de Lúcifer Morningstar que está na Terra, após ter desistido de seu papel como Senhor do Inferno, vivendo de festa e diversão em sua boate Lux em Los Angeles. O personagem muda consideravelmente quando seu caminho cruza com o da detetive Chloe, pessoa que chama sua atenção desde o primeiro momento, principalmente por recusar suas investidas e por não se dobrar à seu característico charme! 

A série conta com um cast maravilhoso, tem um tom bem cômico e desenvolve a história de maneira bem divertida quando Lúcifer resolve trabalhar junto com Chloe resolvendo casos (em um estilo bem Castle), além, é claro, do tom "místico" e do contexto cristão que envolve histórias relacionadas à inferno, céu, anjos, demônios e a relação entre todos eles. Assim como também trata de questões mais existenciais como a relação entre pais e filhos, e a visão de Lúcifer como um ser maligno que, ao meu ver, é algo que é desconstruído na série. E, para finalizar, é impossível não elogiar o trabalho do ator Tom Ellis que está excepcional no papel do diabinho mais amado das telinhas, rs. E outro ponto que, para mim, é incrível na série é a trilha sonora que, por sinal, muitas vezes fica por conta do próprio ator quando seu personagem aparece tocando piano e cantando na boate. (Por: Rozany Adriany) 


2 - Sherlock é uma produção que pareceu a mim logo no princípio mais uma série criminal tão cafona quanto aquele filme horrendo com o Homem de Ferro. Peço desculpas pela crueza, mas no primeiro episódio eu fui assistir meio "assim assim" e daí para minha eterna felicidade quebrei a cara bonito! 

Benedict Cumberbach satisfaz e cumpre um papel que eu jamais imaginei que poderia ser suprido pela ausência de Jeremy Brett, para muitos - eu inclusa- o maior representante do icônico detetive da 221 B da Rua Baker. Benedict sempre é mais, um mais positivo não histriônico ou cafona, um mais que arrepia e te faz lembrar todas as histórias que eu li desde os meus 14 anos como fã da saga "sherlockiana". Jamais imaginei que poderia aceitar um Sherlock ex-viciado, que manda SMS para a imprensa ou até dorme com mulheres para ajudar em um caso, sou muito "xiita" nas minhas convicções e comparações entre as obras, mas a história dos episódios se desenvolve de maneira tão autêntica, tão natural e magnética que eu hoje sou fã ardorosa, a ponto de em minha visita ao museu ano passado quase ficar insultada por não ter visto de cara um souvenir com a foto do Sherlock/Cumberbatch, mas ela estava lá. Ainda bem. 

Martin Freeman constrói um Watson tão bom que ultrapassa o companheiro de aventuras "bobalhão", geralmente apresentado nas histórias, ele é grande, participa, constrói, ajuda e mostra que sim, Watson e Sherlock precisam andar juntos. Mycroft, o irmão de Sherlock, é de uma magnanimidade que chega a te deixar sem ar. De onde tiraram um elenco desses minha gente?! Os fãs andaram um tanto ressabiados com a última temporada, em minha opinião todas foram boas e todas, curtas demais. Jamais aceitei o fato de walking dead ao menos existir, que dirá ter mais episódios! Mas creio que a série Sherlock já nasceu clássica, vida longa aos momentos "porque eu tomei seu pulso", entre Sherlock e a misteriosa Irene Adler, às inserções de modernidade, como tweets do detetive, em uma obra secular. Quando bem colocadas e isso em Sherlock não falta em nenhum episódio. (Por: Ana Silvia Soeiro)


3 - Criminal Minds é aquele drama policial que a gente ama há 12 temporadas (indo para a 13° ainda este mês) e que, teve seus altos e baixos até aqui, como toda série que está há tantos anos no ar, não é? Mas, que continua entregando ótimos episódios, até porque conta com um time de atores incríveis, mesmo com algumas mudanças que ocorreram no cast desde a primeira temporada, e apresenta histórias bem interessantes ao longo de seus episódios! 

A série conta a história de agentes do FBI que trabalham na Unidade de Análise Comportamental (UAC) investigando crimes por todo o país por meio da análise do MO (modus operandi) e vitimologia dos criminosos. Além disso, nos conta também a história da equipe que, por vezes se torna alvo desses criminosos e nos rende alguns momentos de maior aflição, uma vez que, ao acompanhar a série, criamos um vínculo com os personagens! Os casos podem ser resolvidos em apenas um ou mais episódios e as histórias são muito bem contadas e exploradas. 

Mesmo perdendo alguns ótimos personagens como, por exemplo, o líder do grupo desde a 1° temporada, Aaron Hotchner, interpretado por Thomas Gibson, que saiu da série após alguns conflitos internos com um dos produtores da série, e também do Agente Derek Morgan, interpretado por Shemar Moore; a série não perdeu sua força e segue firme e forte trazendo personagens antigos de volta, a queridíssima personagem Emily Prentiss, interpretada por Paget Brewster (que tem um histórico de idas e vindas na série), e também apresentando novas aquisições como o personagem Alvez, interpretado pelo ator Adam Rodriguez. No geral, só posso dizer que vocês não irão se arrepender em dar o play nesta ótima série e, embora a quantidade de temporadas possa desanimar à alguns pela quantidade de episódios, a maratona vale muito a pena! (Por: Rozany Adriany) 


4 - Law and Order SVU, que foi renovada para sua décima nona temporada, é a série mais longínqua da televisão norte-americana. Com o nome da Mariska Hargitay a série dispensa apresentações e explicações do porquê ela ainda está na ativa e merece todo o nosso respeito. 

A série que está na grade da NBC desde 1999, produzida pelo Dick Wolf, ganhou e ganha fãs ao redor do mundo inteiro a cada nova temporada. Bem produzida e escrita, a série fugiu da mesmice que geralmente assola as séries de longas produções e se reinventa dentro do mesmo universo, na 16ª delegacia de polícia de Nova York investigando crimes especiais comandados pela Tenente Olivia Benson, que está na série desde o piloto. 

Bônus: Graças a tantos anos de exibição, SVU já contou com várias mudanças no cast regular e muitos atores de nome como convidados; nomes como Whoopi Goldberg e Robin Williams. 

Curiosidade: Muita gente que assiste a série não tem conhecimento de que, na verdade, SVU é um spinoff da também consagrada Law and Order. (Por: Vittoria Crispim)


5 - CSI Miami - Quando falamos em série criminais é inevitável não citar pelo menos uma das séries da franquia CSI e nesta lista, vamos citar a primeira spinoff da consagrada CSI - Crime Scene Investigation.  

Com um elenco de peso, que possui nomes como David Caruso (Horatio Caine), Adam Rodriguez (Eric Delko), Eva LaRue (Natalia Boa Vista), CSI ganhou seu espaço no sol da ensolarada Miami em 23 de setembro de 2002 e foi exibida até abril de 2012, somando uma década na grade americana. O primeiro spinoff seguiu o mesmo padrão da série mãe e da sua irmã NY, porém para alguns fãs (assim como eu), ela foi eleita como a melhor das quatro series. Já que seu enredo envolvia mais os personagens centrais e suas vidas pessoais e não ficava no estereótipo das séries procedurais da emissora. Contado o fato que a parte científica da investigação, os crimes e as resoluções dos casos eram mais elaboradas que nas outras duas séries. 

Graças a isso, CSI Miami era aclamada pela crítica e tinha uma ótima audiência, porém devido aos altos custos de produção, o maior custo de produção da CBS, ela foi a primeira série da franquia a ser cancelada. Deixando uma legião de fãs desolados e órfãos. 

Esclarecimento: as quatro séries da franquia citadas inclui CSI Cyber, que só foi ao ar dois anos depois do cancelamento de CSI Miami. (Por: Vittoria Crispim)
Comentário(s)
0 Comentário(s)