Suits - 7x05 - Brooklyn Housing

Por Rozany Adriany

14 de agosto de 2017

Parece que as coisas estão caminhando, alguns encontraram seu lugar e os que não encontraram, estão caminhando para sentir-se confortáveis nas cadeiras que sentam e nos escritórios que ocupam.

Vimos Louis e Harvey trabalhando praticamente juntos, um confiando na eficiência do outro, e principalmente um confiando na pessoa do outro. Depois de tanta crise e mal entendimento, é até interessante ver a dinâmica do escritório funcionando bem, cada um fazendo o que faz de melhor, e angariando vitorias para o hall de troféus da Pearson Specter Litt. 

Não poderia deixar de ter uma exceção nessa dinâmica quase perfeita, alguém anda entre dois mundos, e que infelizmente, parece viver dois personagens. Aparentemente, Mike vem se arrastando ao escritório, porque o que quer mesmo é atender os casos da clínica. Simplesmente não entendo esse plot, o que ele anda fazendo contradiz tudo porque ele lutou nas últimas temporadas. 

Depois de tudo que o Mike passou para se tornar um advogado, depois de tudo o que ele fez as pessoas que o amam passar, depois de resolver que seria um profissional ético e moral, depois de ter o que queria em mãos, somos apresentados a um personagem apático, que mal dorme, tem tempo para a namorada, e age nas costas do seu mentor e maior defensor. Qual seria o propósito? Essa ética e moral que ele tanto insistiu só pode ser obtida por meio de casos pro bono, e trabalhar nesse caso, quando ele assinou um documento dizendo que não trabalharia, é o que senão falta de alguma dessas qualidades que esteve tão em voga no seu discurso? 

Suits vem melhorando exponencialmente, vem colocando casos sólidos e cresce como se estivesse deixando cada um em seu lugar, como se os primeiros episódios fossem a preparação, a formação de um novo tempo, uma nova firma que estava se colocando de pé.

PS: Vocês notaram que o tom do texto está diferente dos anteriores, é que a querida Rozany, não pôde escrever e eu Janaína, tive a honra de substitui-la. Ela volta com todo glamour nos próximos textos. Beijos!
Comentário(s)
0 Comentário(s)