Glow - 1x01 - Piloto

Por Ana Silvia Soeiro

5 de julho de 2017

                  
No primeiro episódio da série de comédia e luta da Netflix, somos apresentados à personagem principal da trama: Ruth Wilder. Ruth é uma atriz formada, com um bom currículo em apresentações teatrais, um filme e constantes workshops em sua área. É de se esperar que sobrem papéis para a jovem solteira, mas pelo contrário, Ruth só é chamada para audições em papéis fracos, apesar de demonstrar seu talento.

Em uma dessas audições, ela é convidada para fazer filmes pornôs e, sem esperanças, comenta com a melhor amiga, Debbie Eagan (ex atriz de novela), que até está pensando em levar à sério a proposta. Depois de pedir socorro aos pais para tentar pagar as contas, acaba ouvindo uma proposta inusitada para um teste, um projeto novo.

Ruth chega à um ginásio de boxe abandonado, onde descobre que está concorrendo junto com várias garotas a um dos doze papéis em um programa de TV que se chamará GLOW (Gorgeous Ladies of Wrestling), ou em português: “Garotas Lindas da Luta Livre”. Ela não acredita em um primeiro momento que o projeto seja algo sério, que ela tenha que lutar de verdade, e isso acaba prejudicando seu desempenho, fazendo com que seja logo no primeiro dia cortada do cast.
Disposta a entrar no programa mesmo depois da dispensa e desesperada por um papel, Ruth mergulha de cabeça na ideia de lutadora de Wrestling. Assiste às lutas livres na TV, cria um personagem e irrompe no local de testes no outro dia, disposta a provar que merece um papel ali. Sua apresentação começa a empolgar o irreverente diretor do projeto, Sam Sylvia, até que sua amiga Debbie a interrompe, acusando-a de ter cometido algo grave e no meio do ringue uma luta hilária entre as duas começa.

Na cabeça de Sam, tudo o que ele consegue ver é um show perfeito entre duas “lutadoras” de seu futuro show, uma cena realmente memorável. O clima e as músicas dos anos 1980 embalam um primeiro episódio dessa série que tem tudo para ser um sucesso.

Glow é um tapa na cara de quem torce o nariz para esse tipo de show (esta autora que vos escreve). Para muitos, tudo não passa de pura encenação com gosto obviamente duvidoso. Mas no mundo do show business se você não tem talento para executar os golpes e entender o contexto, está fora.

Posso não entender de "telecatch", mas de talentos, comédia, e o mais interessante: um show de garotas em destaque na TV, que lutam literalmente por tudo, disso eu entendo e recomendo você leitor a dar uma chance ao que eu chamava de impensável.
Comentário(s)
0 Comentário(s)