Conheça: Legion

Por Elizabeth Silva

19 de julho de 2017


Legion é a primeira aposta de série, ligada ao universo dos filmes dos X-Men, para a televisão e o resultado dessa aventura foi extremamente promissor! Produzida pela FX e a Marvel Television, a história é baseada no mutante David Heller ou Legião, da Marvel Comics e tem como showrunner o criador da série, Noah Hawley (Fargo).

A série nos apresenta David, protagonizado por Dan Stevens (A Fera de A Bela e a Fera) um jovem mutante que desconhecia totalmente de seus poderes e tinha um diagnóstico de esquizofrenia desde cedo. A vida de David era transitar entre hospitais psiquiátricos, terapias e remédios controlados para tentar calar as vozes em sua cabeça. Em uma de suas indas e vindas ao hospital, ele se depara com a possibilidade de que pode haver mais para ele do que a doença mental.

Aviso de antemão que a série é muito, mas muito mesmo, confusa. Por abordar e ter como alavanca a "doença" mental de David, a série induz o espectador a se colocar na mesma posição do protagonista o que nos faz ficar tão confuso quanto ele se o que está se passando é real ou não. Aqui não temos o mesmo plano de fundo que estamos acostumados nos filmes dos X-Men, quando um mutante descobre os seus poderes e não duvida que os têm, gostando ou não. David acreditou em toda a sua vida que tudo aquilo que ele passava era fruto da esquizofrenia e aceitar que de repente sua doença não existia e sim ele possuí poderes, parece ser mais um estágio da doença em si. Nem mesmo para o espectador, que já sabe que ele é um mutante, fica mais fácil a missão, afinal os anos tomando medicamentos e sendo submetido a tratamentos não teriam induzido algum trauma real a David?


Além de tratar dos poderes de David, a série também apresenta outros mutantes com habilidades um tanto quanto peculiares e na minha opinião bem mais criativas, e ainda consegue espaço para temos a construção de um vilão, sem que nada fique corrido ou apressado demais. Outro grande ponto para produção, ela te deixa tão confusa quanto David, e parece que não vai responder nenhuma pergunta sua, mas ela vai! O roteiro é muito bem trabalhado, faz acontecer e funciona com maestria em todas as cenas. A série e o Dan conseguem que você saia do papel de somente espectador e sinta o que David sente e essa é uma grande jogada para envolver você na trama e ficar cada vez mais curioso.

Algo que não foi abordado na série de maneira explícita, é o fato de que o mutante Legião é filho do Professor Xavier e igualmente o pai é um telepata e possuí poderes de telecinese, o que em minha opinião o torna um tanto quanto mais poderoso que seu pai. Apesar dos links que a série pode estabelecer com os filmes um crossover é algo bem distante da realidade e só podemos contar com os planos dos produtores para uma talvez inserção do Professor X na série.

Legion é uma série muito bonita de se ver, agrada demais e enche os olhos de quem assiste. Os efeitos visuais são muito bonitos, a fotografia é uma das mais impecáveis que eu já vi (melhor ainda que American Gods), e a trama não te deixa acomodar ao passar dos episódios ela te instiga mais, dá um frio na espinha às vezes e quando você pensar que entendeu alguma coisa, você não entendeu foi nada! A Atuação é outro ponto que me agradou muito, destaque para o Dan Stevens e a Aubrey Plaza que brilham com ajuda de um roteiro sublime.

Espero que tenha atiçado a curiosidade de vocês e que venham conferir essa maravilha de produção. A primeira temporada conta com 8 episódios e já está renovada para sua segunda temporada que irá contar com 10 episódios, com previsão de estreia para 2018.
Comentário(s)
0 Comentário(s)