Primeiras Impressões - El Chapo

Por Alvaro Luiz Matos

18 de junho de 2017

Uma coisa é certa, uma série latina tem seu charme, aquela trilha sonora, aquela releitura do narcotráfico, o orçamento baixo e a grande vontade de fazer da certo, as câmeras, a visão que nosso (afinal somos latinos também) tipo de cinema tem de quais são os enquadramentos corretos, muita vezes próximos dos personagens, enquadramentos fechados, lentes esverdeadas ou acinzentadas e escuras; tudo isso me chama muito a atenção. Ser fã de filmes e séries é saber admirar a beleza e o talento da diversidade e El Chapo é uma série diferente de Narcos, muito pelo fato de ser mexicana, ter outra pegada, por ter muito mais propriedade do que está apresentando, mas veja bem não estou comparando qualidade (o que deverá ser inevitável para a crítica em geral), disso falaremos mais para frente.

Um dos problemas de séries latinas geralmente se da no elenco, na falta de atores fora de série, e se já vale uma comparação se em Narcos Vagner Moura consegue da vida a um Pablo Escobar que apesar da aparência inofensiva mete medo e se mostra importante, El Chapo não parece ter um protagonista de tanto peso.

O piloto tratou de nos mostrar qual o primeiro grande ato de El Chapo para que ele pudesse se tornar quem se tornou, a corrida para entregar sua primeira carga para Escobar, mesmo contrariando seu chefe e quebrando a cadeia de comando. O episódio serviu como artificio de roteiro para mostrar o quão corajoso e destemido o personagem é, entretanto a cereja do bolo foi mencionar que, enquanto ele fazia o seu melhor para não decepcionar Pablo, seu pai estava nos últimos momentos de vida. Tudo isso feito para criar um clímax interessante, mas vejo que a série falhou nos percalços criados e na forma com que foram resolvidos, talvez a única boa sacada foi torturar aquele agente, no mais utilizar suborno como a saída mais fácil fica um pouco obvio nesse tipo de série.
Tivemos também algumas introduções politicas na série, mas muito cedo para entender o que está acontecendo lá. Não poderia deixar de citar, mas muito difícil fazer uma análise mais profunda aqui.

Em resumo, não foi um episódio que me fez dizer “que baita série”, mas foi o suficiente para me fazer ter vontade de assistir a temporada e quem sabe fazer uma crítica dela lá na frente.

Obs.:1: Dói ver qualquer Pablo Escobar que não seja Vagner Moura

Obs.:2: Se você é fã de Narcos vai gostar de assistir El Chapo

Obs.:3: Difícil acreditar que esse cara era assim tão temido, nem na vida real e muito menos na série. Mas deixa o pré conceito de lado e mergulha fundo.

Obs.:4: Se você não assistiu Narcos e pensou em assistir El Chapo, faça primeiro a lição de casa e vá logo assistir Narcos.

Então bora juntos para saber qual é mesmo dessa série e quem é esse grande El Chapo?
Comentário(s)
0 Comentário(s)