Música em Foco: Stay Alive

Por Ellen Joyce Delgado

25 de maio de 2017

Coisas bonitas não pedem atenção.


“Há um ritmo de pressa nos dias de hoje, Onde as luzes não se movem e as cores não desaparecem. Te deixa vazio, com nada além de sonhos.” 

Esse é um trecho incrível da música de hoje: "Stay Alive", de José González, tocada no filme "A Vida Secreta de Walter Mitty" – 2013. Preciso falar da importância que essa música tem pra mim. 

Estamos sempre com tanta pressa, o tempo todo, que não observamos aquilo e aqueles que nos cercam. Os olhos estão preocupados com os carros passando nas ruas, os pés estão ocupados demais com os longos passos antes do atraso e a nossa rotina está cerrada naquilo que a sociedade nos impõe. 

Você viu o sol nascer hoje? Parou para observar as estrelas do céu no último anoitecer? Quando foi que você realizou seu último sonho?

Poxa, eu me envergonho em dizer não às duas primeiras perguntas e não sei à última. Não era pra ser assim. Não precisava ser assim. O fato é que estamos muito preocupados com aquilo que os outros planejam. A questão é que deveríamos ser donos de nossas próprias vidas, e ao menos fazer aquilo que realmente queremos. 

O dia não vai parar e nós apenas permaneceremos vivos ao entardecer – até a nossa última hora. Eu acho que nossa missão não é apenas estarmos vivos. Não estamos aqui apenas marcando tempo. 

“Dawn is coming, Open your eyes.” O amanhecer está chegando, abra seus olhos. 

Há uma verdade em tudo aquilo que nos cerca. E sempre um novo dia nasce. Não espere entardecer. Diga um “Bom dia”, “Como vai você”, “Tenho sentido sua falta”. Faça a sua vida ter importância pelo menos pra você. Acorde mais cedo – eu sei, é um saco. Mas me disseram que é muito lindo ver o sol nascer. 

Faça um pedido. Ele pode ser real? Então, faça já alguma coisa para que isso aconteça. Coloque um momento “off” em sua vida pessoal. O quão bom seria estar bem consigo mesmo? E abraçar alguém tão forte até que os braços se cansem? Não precisamos estar sempre “on”. Estejamos vivos, mas estejamos vivendo!


                
Comentário(s)
0 Comentário(s)