Conheça: Luther

Por Alvaro Luiz Matos

31 de maio de 2017

O que diferencia um procedural inglês para um norte americano? Primeiro é que os procedurais que conhecemos principalmente os da CBS são extensos e possuem no mínimo 20 episódios por temporada, fazendo com que se tornem cansativos e repetitivos, sem uma preocupação eminente com o roteiro e uma proposta clara de entreter sem esforço.

Já os procedurais produzidos na Inglaterra, principalmente pela BBC, são projetos curtos de até cinco episódios por temporada, que mostram casos interligados e bem elaborados, fazendo com que cada temporada demonstre uma densidade muito grande. Além do mais, essas séries conseguem envolver, em pouco tempo, uma profunda ligação entre o protagonista e o espectador, mostrando não só bons casos, mas como também uma extensa evolução de roteiro.

Luther é vivido por Idris Elba, um ator excepcional e de grandes artifícios artísticos, que consegue dar profundidade ao personagem e desenvolver a caricatura de um policial de métodos não convencionais: justo, persistente e um pouco azarado. Sua vida pessoal acaba cruzando em diversos momentos com sua vida profissional, causando muito mal-estar, alguns efeitos colaterais e muita dor de cabeça. Idris já era muito conhecido no mundo das séries, principalmente por The Wire, mas atualmente o ator tem sido sondado para diversos filmes e tem virado mais um queridinho do cinema americano.

Além de Luther, temos que destacar uma personagem muito carismática e envolvente na série: Alice, que cria um contraponto ótimo com o protagonista, mostrando o outro lado da justiça e criando debates ideológicos interessantíssimos.
O roteiro da série é extremante ágil e eficaz, causando reviravoltas, criando caminhos opostos e dificultando todo o processo de investigação. Dessa forma tudo fica muito mais imprevisível e intrigante, mostrando ao mundo como devem ser os procedurais.

É importante também, dizer que os meios de investigação são baseados apenas na capacitação profissional de Luther, não existe nenhuma percepção fora do comum ou alguma máquina que indica os criminosos. Tudo em Luther parece muito mais palpável do que podemos imaginar, fazendo assim, com que o protagonista se destaque em vários momentos.

Outro ponto alto é o fato de que vemos Luther sempre lutando contra si mesmo, tentando a alto superação, agindo de acordo com a sua percepção de moral e muitas vezes tendo que demonstrar superação.

Pelas temporadas curtas e a alta estabilidade na qualidade do roteiro, Luther não apenas é uma ótima indicação, como é uma obrigação para os fãs desse seguimento de série.

Comentário(s)
0 Comentário(s)