Grey's Anatomy - 13x15 - Civil War

Por Rozany Adriany

15 de março de 2017

Grey's Anatomy vem me decepcionando cada vez mais, e acreditem, é triste dizer isso. 


Hoje uma amiga me fez parar para pensar no que eu salvaria na série nesta temporada e foi simplesmente estranho e frustrante descobrir que eu não salvaria exatamente nada. Isso mesmo, amigos. NADA! Não me levem a mal e por favor, não me apedrejem. Mas essa é a verdade! Confesso que houveram coisas soltas aqui e ali, como alguns casos perdidos que me tiraram o fôlego ou algumas menções à antiga Grey's que me fizeram ter esperanças, mas a verdade é que esta temporada tem me dado mais raiva e desgosto do que os bons sentimentos que a série sempre me trouxe. 

Tudo o que vejo é uma temporada de plots cansativos, irritantes e sem graça, adição de personagens que nada acrescentam à trama e que só fazem com que o desenrolar seja ainda pior, casos que estão longe de causar a empolgação que causavam antes, e até mesmo os shippers perderam todo o encanto e o nível simplesmente caiu. E sei que muitos irão dizer: não assista mais, ué. Mas, como se desapegar da sua série favorita sem tentar ao menos manter a esperança acesa de que Shonda a reerguerá? 
  
Está se tornando rotina vermos o hospital totalmente voltado para as brigas, e quando um interno precisa indicar o melhor caminho a seguir para começar uma cirurgia, acredito eu que os atendentes deveriam parar na mesma hora e pensar: o que está acontecendo aqui? Mas o que a família Avery faz? Leva a confusão para dentro da SO, obviamente! 

Enquanto Jackson tenta manter a luta contra a injustiça armada para Richard, parece que todos os outros começaram a aceitar o método da Dra. Minnick. Eu continuo batendo na mesma tecla, gente. O problema aqui não é o método, mas o modo como ele foi introduzido. E acredito que o que estamos vendo é que até o próprio Richard percebeu isso, afinal, o mesmo esteve disposto desde o começo a receber Minnick de braços abertos, ela foi quem já chegou soltando ultimatos de que só trabalharia sozinha, e causou toda essa confusão horrível e ridícula que estamos vendo episódio após episódio.  
Uma coisa que eu não estou entendendo é porque Shonda está querendo transformar April Kepner na nova Katherine Avery. Será um meio de destruir de vez Japril? Porque sinceramente, a personagem está tão chata e irritante quanto a matriarca e isso não está sendo algo bom de se ver. Outra coisa que está simplesmente ridículo é este joguinho de leva e trás que Arizona está fazendo. Que o romance entre ela e Minnick me parece totalmente forçado, acredito que já deixei claro, mas além disso, ainda precisamos ver a personagem nesse joguinho entre apoiar Richard e se envolver às escondidas com Minnick. É simplesmente ridículo, vamos combinar!

Além disso, tivemos Amélia reafirmando que é totalmente infantil e covarde e não sabe lidar com os problemas, pelo contrário, prefere esconder-se deles e se esgueirar pelo hospital a fim de não cruzar com Owen. Quão problemática é alguém que prefere sumir e causar tamanho sofrimento a alguém que diz amar e querer estar junto ao invés de sentar, conversar e tentar chegar a um acordo que beneficie a ambas as partes? Eu não entendo esse nível de maluquice, sinceramente! E o que irrita ainda mais é saber que Owen é um dos personagens mais compreensivos da série e que, como eu disse, merece alguém muito, mas muito melhor do que Amélia. 

Por fim, vou tentar ignorar o fato de Shonda estar nos obrigando a engolir esse possível affair entre Meredith e Riggs, porque já não tenho nem mais argumentos para dizer quão forçado e sem graça isso é. 

É isso, gente. Sinto a necessidade de me desculpar pela review tão negativa, mas estou realmente muito frustrada com minha série favorita. Até a próxima!   
Comentário(s)
0 Comentário(s)