Arrow - 5x15 - Fighting Fire With Fire

Por Bruna Horta

6 de março de 2017

Arrow mostrou que ainda sabe fazer um plot twist decente. 

Por essa creio que ninguém esperava. Após falsas pistas que o promotor Adrian Chase seria o Vigilante (assim como nos quadrinhos), nos deparamos com ele assumindo a identidade do Prometheus. Assim como em Flash que em todas as temporadas houveram vilões infiltrados traindo a equipe, Arrow também apostou naquilo que não imaginávamos, de tão repetida a fórmula. O que leva a crer que assim como Harrison Wells e Jay Garrick, talvez esse não seja o verdadeiro Adrian Chase… porque a pergunta que não quer calar é: se Chase é Prometheus, quem é o Vigilante agora? 

E por mais que goste da ideia (sonho) do Tommy Merlyn voltar à série, isso definitivamente teria que ser como Prometheus, logo, é preciso especular outras possibilidades. Pike, Susan Williams, Billy Malone ("ressurgindo" dos mortos) e até mesmo Paul (o ex do Curtis) são opções consideráveis… não esquecendo, é claro, do trio da Rússia: Talia, Anatoly e Kovar, pois essa trama dos flashbacks tem que dar em algum lugar alguma hora, certo? 
"O Arqueiro Verde não é um herói" foi uma das frases mais marcantes e doídas de toda a temporada. Se tratava da questão do impeachment e foi uma boa estratégia como prefeito colocar a culpa toda no seu alter ego, pois a população não receberia bem a notícia que ele e Oliver são a mesma pessoa; mas essa frase tem um peso bem maior considerando toda a jornada de auto aceitação do personagem com sua sombra. Agora é fato que o caminho para o Team Arrow vai ser dificultado e só haverá um ressurgimento de sua boa imagem caso salve a cidade ou alguém importante no fim da temporada, o que não deve ser tão difícil assim, vide o comportamento de Prometheus e Vigilante diante da cidade e do próprio Arqueiro Verde. Será que no próximo episódio compreenderemos tal ódio do Vigilante por Oliver Queen? Vamos aguardar! 

Por fim, mas não menos importante… a trama secundária de Felicity. Integrar o grupo de hackers ativistas é algo que dará mais profundidade à personagem e afastará da trama romântica que não favoreceu a senhorita Smoak na temporada passada. Dig apontou ótimos questionamentos para ela, mas a hacker também tem seus pontos de razão, ao ver que se não fosse pelas informações do pendrive da Pandora, John ainda estaria preso e Walker solto. Mas o quanto da raiva pela morte de Billy afetará a personagem para fazer coisas obscuras na dark web? Que não venham conflitos de interesses para o Team Arrow, please! 

Ps: Apesar de alguns acharem a ampliação da trama do Curtis boa, eu não consigo sentir empatia pelo personagem. Ele ainda parece que caiu de paraquedas na equipe e ainda não se adaptou.
Comentário(s)
0 Comentário(s)