Supergirl - 2x11 - The Martian Chronicles

Por Rozany Adriany

10 de fevereiro de 2017

O amor está no ar em Supergirl. (Ou não?)

Quando seu ex-marido marciano branco aparece na terra com a intenção de leva-la de volta à Marte e mata-la, M'gann descobre que na terra existe algo chamado "amigos" que estão ali por você não só nos momentos bons, mas principalmente nos momentos de dificuldade. E é isso que J'onn, Supergirl, Alex, Winn e o DOE fazem por ela, embora com uma pequena (ou seria melhor dizer grande?) resistência inicial. 

A equipe se vê confinada no DOE ao perceber que o marciano branco entrou disfarçado de M'gann e após lutar no J'onn se disfarça em outro alguém do grupo. E a questão da vez é: quem é o marciano branco (ou melhor, os marcianos brancos)? Não é fácil identificar o inimigo quando ele, não só se disfarça perfeitamente de algum dos seus colegas, como também lê sua mente e consegue se passar por ele com perfeição. 

Mas, após alguns momentos angustiantes de incerteza, a equipe conseguiu se encontrar e perceber quem é quem e os marcianos brancos foram derrotados. Não vou me aprofundar em toda a loucura que foi o confinamento no DOE e a busca pelos marcianos porque acredito que tivemos outras questões mais importantes que precisam ser aprofundadas, então vamos falar de sentimentos. 

Parece que o amor está no ar, mas o cupido está com algumas dificuldades em manter os casais emanando coraçõezinhos por onde passam. Enquanto Alex e Maggie continuam sendo o casal mais fofo da temporada, Kara começa a refletir um pouco mais profundamente sobre o que está sentindo por Mon-El e J'onn se declara para M'gann no estilo marciano de ser.  
Onde está o problema? Após uma crisezinha de ciúmes ao ver Alex se divertindo com Maggie, Kara confessa à sua irmã que tem medo de se arriscar outra vez, e é lembrada que às vezes se arriscar vale a pena. Então, Kara decide se abrir para Mon-El, mas o rapaz não perde tempo e chama a secretária da CatCo para um encontro, o que faz com que Kara recue, e eu ficar com aquela cara (wtf) de boba querendo dar na cara dele por causa disso. Vamos para de enrolar e juntar esse casal logo, produção?

E no que diz respeito a J'onn e M'gann, a marciana branca decide voltar à Marte e mostrar que nem todos os marcianos brancos são iguais, e mesmo correndo risco de morrer, já que está como foragida, ela resolve encarar esse desafio de cabeça erguida, mas não sem antes confessar a J'onn que também sente o mesmo por ele e os dois terem um momento fofo ao estilo marciano de ser. 

Por fim, vamos falar de Winn (sim, deixei o melhor para o final). Não consigo parar de repetir que Winn é a melhor pessoa dessa série, afinal quem mais iria nos proporcionar tantas risadas em meio ao caos da invasão de dois marcianos em seu trabalho? 

Após um episódio que não deixou nada a desejar, só nos resta esperar que o cupido consiga colocar esses casais nos eixos e nos agracie com uma bela dose de romance para nossa super-heroína master. 

Ps. Preciso exaltar mais uma vez o quão perfeita é a relação de Kara e Alex. Se há uma coisa que valorizo mais que tudo nessa vida é a família, e a irmandade entre as duas me trás bons sentimentos e me lembra o quanto sou sortuda e grata por ter dois irmãos em minha vida que não trocaria por nada. 
Então é isso, gente. Se Supergirl nos ensinou algo com esse episódio foi que devemos sempre valorizar nossa família e nossos amigos. Até a próxima semana!  
Comentário(s)
0 Comentário(s)