Arrow - 5x11 - Second Chances

Por Bruna Horta

5 de fevereiro de 2017

"Segundas Chances" foi um título mais do que apropriado para esse décimo primeiro episódio. 

Após um retorno morno e meio óbvio com a Black Siren se disfarçando de Laurel Lance ressuscitada, à mando do Prometheus, esse episódio volta com os bons acertos da primeira metade da temporada. 

Buscar uma Canário à altura de Laurel, depois de descobrirem que era a sósia da terra 2, pode ter parecido precipitado, mas foi pertinente, principalmente diante do título do episódio. Os produtores podem até ter se arrependido de ter matado a personagem de Kate Cassidy, mas é preciso continuar em frente. Nada melhor do que uma meta-humana com o mesmo poder da Black Siren e ainda com uma história que nos toque como espectadores. 

A trama de usar o time como uma segunda chance para cada membro é bem pertinente: René e seu amadurecimento, Rory lidando com o sentimento de vingança, Curtis e sua autoestima como super-herói (finalmente colocaram ele em uma função menos luta, era o óbvio a ser feito), John e a nova chance de recomeçar sua vida fora da prisão militar, e Felicity retomando seu ativismo. 

Falando nela, preciso ressaltar a cena dela com a hacker como uma das melhores e mais emocionantes. Finalmente deram uma boa trama para a personagem, e já consigo imaginar bons desdobramentos e uma maior participação heróica da senhorita Smoak no resto da temporada. Afinal, ela ficou bem surpresa ao olhar aquele pendrive, né? 
E o que falar dos flashbacks? Bem, eu confesso que ao ver que colocariam a Talia, nem imaginei nos flashbacks e sim em alguma mudança da linha temporal do Barry ter substituído as irmãs Al Ghul, mas estava errada. Vê-la como mestre do Yao Fei e ajudando Oliver a destruir Kovar, dá uma nostalgia ao início da série, principalmente ao descobrir que foi ela que incentivou a dupla identidade, em saber lidar com o monstro interno… sinceramente, foi uma cena mega emocionante e nos dá margem para achar que se eles tiveram algum problema futuro.. Não seria ela o Prometheus? 

Depois de uma trama falando tanto na crença de que todos podem se redimir, só consigo fazer uma analogia à série, em como muitas vezes a subestimamos e depois da primeira metade da temporada ter sido incrível… é inegável que Arrow mereça uma segunda chance em nossos corações!
Comentário(s)
0 Comentário(s)