Bones: The Final Chapter – 12x02 – The Brain in the Bot

Por Janaína Guaraná

14 de janeiro de 2017

O tempo inevitavelmente passa, diria Drª Brennan, passa e deixa marcas que nos transformam na melhor versão de nós, a atual. Mas, o melhor de olhar do hoje, para os dias passados é poder ver como mudamos, como fomos felizes e só descobrimos isso agora. Ver o tempo passando é um dos maiores prazeres em estar vivo, essa vida que passa de forma efêmera e intensa, quando ao olharmos para trás vemos um vislumbre do presente e todos nossos amores, que estiveram ao nosso lado tempo atrás, permanecem nesses dias vindouros. 

A capacidade de fazer amigos para vida, não pode ser definida, é um sentimento tão forte, ter alguém ao seu lado por anos a fio, que nem em palavras consigo definir. Amigo é o irmão de outra família, é a parte do nosso coração que mora em outra casa, “estado”, é nossa alma dizendo que temos alguém e não podemos desistir, não podemos deixar de querer levantar cada manhã, temos que viver, que fazer memórias

Poder encontrar a outra parte da sua alma, talvez seja privilégio de poucos. É estar com alguém que lê seus olhares e medos, que enfrenta a vida com você. Que canta loucamente quando toca a nossa música no rádio. Que lhe dá presente, mesmo quando você diz não precisar. Que te faz ser metade de quem é, que contribuiu para a sua melhor versão e por quem você quis ser sua melhor versão. Se apaixonar é ter a alma transbordando, é ter palavras suficientes para escrever uma declaração.
Nascer em meio a pessoas que te aceitam, desde os primeiros suspiros é mágico, é aquele momento de brilho intenso no céu, é aquele sorriso de orgulho quando seu artigo é aceito, quando você é eleito o melhor aluno da turma, quando você diz suas primeiras palavras, quando você dá seus primeiros passos. É não dormir enquanto você não chega de uma festa, é deixar ter algo para poder dar a alguém. Família é indescritível em palavras, é tentar descrever e sentir o coração apertar e os olhos chorar. É aquele olhar do Max em direção a Brennan, sabendo que tudo está tão perto de acabar, quando queremos prolongar um momento que está a segundos do fim. 

Porque tudo isso? Porque a Brennan faz aniversário, faz aniversário e dá festa surpresa aos amigos, faz aniversário e na rádio toca Hot Blooded, faz aniversário e revisa um caso de anos. Faz aniversário e deixa formar uma nuvem grossa de saudade, faz aniversário e na verdade vai se despedindo.

Comentário(s)
0 Comentário(s)