Conviction – 1x08 – Bad Deals

Por Janaína Guaraná

14 de dezembro de 2016

Uma pessoa foi dada como morta, um promotor tem de lidar com os seus erros e enfrentar uma situação complicada, quando a vítima aparece viva e tem um inocente amargando na prisão, recuar ou ir tentar consertar o erro? Já se passaram 10 anos, mas sempre é tempo de tentar corrigir erros, para aqueles erros que não tem cura, sempre podemos abrandar a sentença, mas, para ter paz ou pelo inocente que perdeu parte da vida? 

Se não bastasse o clima intenso entre o trio ternura, formado por: Hayes, Wallace e a ex chata Naomi, Hayes decide que tem que inocentar Wallace das investigações e obviamente ela consegue, disso ninguém tinha dúvida. Dúvida temos quando vemos um Wallace calmo e sugestivo a aceitar o acordo que a promotoria oferece, que coloca em risco seu futuro político e seu atual cargo. 

Se passaram apenas oito episódios e parece exaustivo dizer que Wallace é um jogador, por mais que aqueles olhos demonstrem estar apaixonados pela Hayes, não consigo deixar de notar que sempre o futuro político ou a carreira estarão em primeiro lugar e para isso o promotor sempre escolhe mentir para a advogada. Não tem problema você querer ser o mestre nas artes que escolheu lutar, mas assume que é isso que está em primeiro lugar na sua vida. Tentar ser o mocinho com mentiras nunca dá certo, até porque meu filho, estamos falando de Hayes Morrison e ela provavelmente sente no ar os cheiros das suas mentiras. 
E Hayes, a mulher é um gênio, resolve qualquer quebra-cabeça e ainda se permite ficar chateada com as mentirinhas que o infeliz do promotor conta para abrandar a história e ficar mais convincente. Assim como Wallace, coloque esse seu trabalho à frente e o mande pra PQP, afinal ele mesmo já desenhou um cenário onde ela ficaria no lugar dele, afinal, capacidade não falta. Até porque esse joguinho já mostrou ser feito por duas pessoas extremamente fortes e ardilosas, quero saber se no fim, um dos dois vai abrir mão pelo outro ou dois serão bem sucedidos na carreira enquanto deixa o amor passar. 

Esse episódio traz à superfície, a essência desses personagens, Maxine com problemas para encarar o trauma sofrido, Sam tentando consertar algo que mesmo arrumado não lhe dá a sensação de ter feito certo, Wallace mostrando que é um jogador e dos bons, Hayes mostrando que a rebelde sem causa de outrora é uma pessoa que não consegue deixar ninguém em maus bocados, sempre irá tirar da cartola algo para tornar a vida desse alguém suportável. Porque a vida é assim, não dá para ter tudo e uma hora ou outra teremos que escolher.
Comentário(s)
0 Comentário(s)