Shippers Em Foco - Lorelai e Luke

Por Lorena Alvarenga

16 de setembro de 2016

Gilmore Girls é uma das séries que mais gosto, talvez sem exageros, possa dizer até que é a série da minha vida. Nenhuma outra fez eu me sentir tão bem, ou tão parte dela como GG conseguiu. Não precisei de mais que cinco minutos, na verdade, muito menos que isso, para me apaixonar completamente pela história, pelos personagens e pela cidade. É impressionante o poder que a série tem de te encantar, arrancar boas risadas e também choros.

Talvez, seja exatamente por isso que esse texto seja tão especial, ou talvez também seja porque o momento é incrivelmente único. Nunca pensei que teria a chance de voltar a Stars Hollow e mais uma vez participar de um novo capítulo da vida das Gilmore, e sem dúvidas, a ansiedade vem tomando conta. Claro, que todos os casais já citados nessa coluna são especiais, mas Lorelai e Luke são <3.

De todas as séries que assisti, posso contar no dedo as personagens femininas realmente interessantes, e nessa série temos isso de sobra. Obviamente pela minha idade, Rory é a personagem com quem mais me identifico e tenho coisas em comum. Mas Lorelai não fica atrás, e sendo bem sincera, temos um empate técnico no quesito amor. Lorelai é inquestionavelmente um exemplo de força, determinação, inteligência, de pessoa encantadora, atrapalhada e que encara a vida com humor. Enquanto pude enxergar características minhas parecidas com as da Rory, sempre desejei que um dia pudesse me tornar um pouquinho daquilo que Lorelai mostrou nas sete temporadas da série.
Entre alguns relacionamentos, Lorelai sempre teve mais química e confiança em Luke. E muito embora a relação tenha demorado a acontecer, quatro temporadas depois fomos presenteados com o tão sonhado casal. Em um texto passado disse que os melhores casais surgem entre amigos e mais uma vez aí está a prova. Luke é rabugento e o oposto de Lorelai, e justamente por isso muitas cenas engraçadas e alguns problemas aconteceram.

Companheirismo, uma forte conexão, intimidade e um jeito para lidar com personalidades diferentes são algumas características do casal, mas o fato é que mesmo que passasse algumas páginas exaltando todas as característica deles, não conseguiria descrever tão bem o que Amy Sherman - Palladino criou tão perfeitamente.

P.S*: E à Netflix, obrigada! <3

P.S**: Claro que para fazer esse texto não poderia ter deixado de assistir mil vezes esse vídeo. Revejam comigo abertura da série e também matem as saudades.

Comentário(s)
0 Comentário(s)