Rizzoli & Isles Review - 7x12 - Yesterday, Today, Tomorrow

Por Priscilla Caroline

12 de setembro de 2016

Everything is changing...

Penúltimo episódio, nem dá para acreditar, passou tudo tão rápido, não estou pronta para dizer adeus, mas é a vida né. Eu demorei para assistir esse episódio por culpa do meu notebook, mas conversando sobre ele (eu amo spoilers) com algumas amigas, mega viciadas, elas não ficaram tão feliz com o episódio. Sou do tipo que mesmo acreditando na opinião de outras pessoas, gosto de tirar minhas próprias conclusões, então vamos lá.

Vou começar falando do caso da semana, a princípio eu adorei o caso, a menina que morreu no meio da festa e 40 anos depois o pai morre também, foi falado de como é difícil superar uma perda, também o que isso fez na vida desse pai, e 40 anos passou e ele também morre. Na hora, já pensei, foi o mesmo assassino, porque era algo bem óbvio de acontecer, e realmente foi o que rolou. Porém ficou algo bem vago... O que realmente aconteceu com a Wendy, o que realmente aquele medalhão significava, enfim vários outros detalhes em aberto. Depois de todos esses anos viciada em séries criminais, eu sempre quero saber o porquê das coisas, qual o motivo do assassinato. E isso ficou bem vago para mim.
Não foi um caso ruim, afinal ele trouxe um significado muito bom para a vida do Korsak, fez um paralelo, e o fechamento de um ciclo. Essa foi o primeiro caso do Korsak, embora ele ainda fosse um jovem de 18 anos, foi lá que começou, a prova disso é o caderno dos crimes. Ele vem tentando se aposentar ao longo da temporada, mas ele nunca teve coragem. O caso da menina nunca havia sido resolvido, então resolver esse caso, na minha opinião foi como dever cumprido. Um sentimento de poder dormir em paz, que o caso da vida dele foi resolvido.

A mudança da Jane está cada vez mais próxima, e a bad já vai aparecendo, não quero ver a cena de despedida, meu coração não aguentaria.... Apesar que adoraria ver a Jane muito feliz em Quântico e a Maura sendo uma escritora maravilhosa.

Frankie e Nina continuam super fofos, mas não quero casamento na series finale, deixe na nossa imaginação. Talvez uma passagem de tempo e mostre os dois casados e felizes. Por faltar apenas 1 episódio, parece que tem tanta coisa ainda para ser resolvida, que não daria tempo de passar tudo em um único episódio, mesmo que todos esses últimos estão encaminhando para um final, parece que ainda falta tanta coisa.

Para finalizar quero falar sobre o Agente Davies, era de se esperar mesmo que ele fosse um possível interesse romântico na vida da Jane. Apesar de achar ele super fofo, achei meio rápido e meio de paraquedas isso na história, li muita gente reclamando disso no Banco de Série. No meu ponto de vista, eu gostei, apesar das coisas que citei acima. Só quero a Jane feliz, e a Maura também. Enfim, para um episódio penúltimo de uma série, foi bem fraco, mas foi um episódio muito bonito.

Enfim, tudo está mudando, Tout est en train de changer, Everything is changing... não importa a língua que se fale isso.
Que venha a Series Finale agora.


Comentário(s)
0 Comentário(s)