The Last Ship - 3x09 - Paradise

Por Rozany Adriany

21 de agosto de 2016

Que episódio, amigos! 

Paradise traz um misto de ação, tensão, destruição e conspiração moldadas de maneira impecável ao longo do episódio. Começamos com um flashback de 4 meses atrás que mostra como Peng iniciou todo o seu trabalho com a Névoa Verde. Em seguida, vemos Chandler pedindo autorização do Presidente para continuar sua missão, indo até uma ilha chamada Paradise, que até então, todos acreditavam que estava desativada há um bom tempo, e que eles acreditam ser a ilha onde Peng cria a Névoa Verde. Chandler consegue a autorização do Presidente, assim como o apoio dos outros navios estadunidenses que estavam em alto mar e haviam sido afastados do Japão por exigência de Takehaya em episódios anteriores. 

Bom, o início do episódio foi mais estratégico, vimos Chandler e sua equipe traçando o curso para ir até a tal ilha, onde encontraram diferentes povos que haviam fugido da gripe vermelha vivendo por lá. Porém, o local não era tão neutro como quiseram passar, e a confirmação de que Peng realmente estava utilizando o local para fabricar as tais bombas veio com um pouco de ação e um pequeno tiroteio básico. 

Em paralelo aos acontecimentos na ilha, nos EUA vemos Kara e Dennis tendo alguns avanços no trabalho para resolver a interferência na comunicação entre Nathan James e a Casa Branca, além de alguns indícios que nos levam a desconfiar do Secretário Rivera. Entre a notória raivinha que o mesmo demonstra ter pelo Chandler, alguns comentários em vários episódios até então, e o flagra dele mexendo nas coisas da Kara, tiro meu chapéu para os roteiristas da série que conseguiram fazer com que eu realmente desconfiasse dele e por alguns minutos acreditasse que a loira falsa estava do lado certo (desculpem, mas não tive como adiar essa pequena informação). 

Mas voltando, além da confirmação da fabricação das bombas, na ilha a equipe também conseguiu descobrir para onde o navio com um carregamento do produto estava indo, e então com a ajuda de Takehaya (que se disponibiliza mais uma vez para ajudar a equipe), Nathan James e os outros dois navios estadunidenses se organizaram para interceptar o navio chinês a caminho da Coreia a fim de evitar mais um atentado com a névoa verde. E é aí amigos que o negócio aperta e a coisa fica feia. 
Devo dizer que eu até estava tranquila vendo o episódio até o momento em que Dennis mostra a Kara que as sequências de nomes que eles haviam descoberto eram na verdade coordenadas e que a interferência estava vindo de dentro da Casa Branca. Em paralelo à descoberta, o suspense começa a apertar, mísseis saem por todos os lados, Nathan James e os navios estadunidenses são emboscados pelo navio chinês, enquanto Kara vai ligando os pontos das coordenadas no mapa e os flashbacks dos lugares por onde Nathan James e a equipe passaram iam aparecendo. GENTE, definitivamente a cena mais angustiante e que mais me despertou uma ansiedade e uma inquietude no episódio. 

E quantas emoções ao ver os três navios estadunidenses sendo atingidos, toda a destruição, o trabalho para socorrer o máximo de sobreviventes possíveis após Nathan James conseguir atingir o navio chinês e a máquina de onde estavam vindo os mísseis. Simplesmente emocionante! E então descobrimos que a todo o tempo o governo chinês esteve ciente dos “passos” de Chandler e sua equipe no Nathan James. E para quem, assim como eu, soltou alguns xingamentos voltados para o Rivera ao logo do episódio, a maior surpresa (ou não) é jogada em nossas caras ao vermos Allison encurralando o Presidente e expondo seus planos de um Golpe de Estado junto com os outros governantes. 

Preciso explicar o meu “ou não”, mas acho que já é até meio óbvio para quem vem lendo minhas reviews. Já disse algumas vezes que não confiava em Allison, e que no episódio anterior estive com as anteninhas ligadas e em alerta para ela. E eis que minha desconfiança se mostrou verdadeira! Porém, quando falo que esta foi a maior surpresa do episódio, isso se dá pelo fato de terem nos levado a acreditar que Rivera era a pessoa por trás disso e não ela, o que, como já falei, foi brilhante. 

Para finalizar, ao seguir Rivera, Kara presencia sua morte, ele a avisa que ela não está segura porque todos estão envolvidos nos acontecimentos, e a mesma não volta para a Casa Branca. Com Kara agora correndo perigo e Nathan James com as comunicações desligadas após a declaração de guerra contra Peng, só nos resta esperar para ver como Kara vai conseguir avisá-los que a Casa Branca foi comprometida. 

Ps1. Chocada ao descobrir que o suicídio do Jeffrey foi armação da Allison. 

Ps2. Sofri vendo a cara do Tom no final vendo os resultados do ataque no Nathan James. 

Ps3. Protejam a Kara, pelo amor de Deus! 

É isso, gente. Contem-nos o que acharam do episódio nos comentários aqui embaixo. Até a próxima semana! 
Comentário(s)
0 Comentário(s)