Conheça: Black Mirror

Por Bruna Horta

13 de setembro de 2016

"Desliga a televisão e vá ler um livro". 

Não sei se muitos lembram, mas essa era a frase de um dos comerciais mais marcantes da MTV nos anos 90. Era provocativo, irônico e hoje soa até como premonitório, do que acabou se tornando o loop infinito da vida contemporânea: uma tela preta. 

Sim, se desligarmos qualquer dispositivo atual, veremos um espelho negro e nele estará refletida nossa maior angústia: não estar conectado. E a ideia da série "Black Mirror" é criticar exatamente esse modo de vida da "tecno-paranóia". Já são duas temporadas com 3 episódios independentes de 50 minutos cada. Em cada um, é apresentada um história, local e personagens diferentes, mas sempre num futuro distópico, instigando os espectadores a pensar como a tecnologia influenciará o destino da humanidade. E confesso que é bem assustador imaginar a possibilidade de vivermos tais situações em breve. 

Sem entregar muito as histórias, posso dizer que as temáticas abordam: política; o papel da mídia; as rotinas e sacrifícios dentro dos realitys shows; a influência da memória gravada em nossas vidas; até que ponto poderemos conviver com as inteligências artificiais e avatares; a falta de privacidade e a superexposição da vida alheia, o tempo e a falta dele; entre outros temas secundários. E pelo pouco que citei, já é possível relacionar o quanto esse futuro distópico entra em congruência com a nossa realidade, né? Assistam para ontem!

Confiram o trailer da 1ª temporada e iniciem aquela maratona na Netflix, porque em outubro estreia a 3ª temporada, com 6 episódios!
Comentário(s)
0 Comentário(s)