Rizzoli & Isles - 7x02 - Dangerous Curve Ahead

Por Priscilla Caroline

17 de junho de 2016

Primeiro quero pedir 1000 perdões, essa review está pronta desde sábado, porém tive alguns problemas com a postagem e depois meu computador lindo deu um probleminha também, precisou formatar e quando a pessoa tem 400 gigas de só de série no seu HD, ele não fica pronto no mesmo dia, então hoje ele está normal e nas minhas mãos de novo, então finalmente pude postar.

A série já está na última temporada e ainda colocam 2 episódios na mesma semana, não é assim que faz, TNT, vamos economizar...

Jane com sangue no olho para pegar a Alice, e por falar nela, que pessoa insuportável. Quando eu estava assistindo esse episódio, lembrei de uma serial killer em Bones a Gravedigger (Coveira). Ela e Alice teriam se dado muito bem, apesar da Gravedigger ser bem pior, mas elas tinham “essa vibe” de se safar das coisas, no caso da Coveira, o final dela foi um pouco diferente (não vou contar, porque é Spoiler).

Voltando para R & I, eu disse um amém bem alto quando Alice morreu, não sei explicar meu sentimento de ter sido pelas mãos da Jane, eu gostei porque um ciclo se fechou, o problema dela era com a Jane e foi resolvido pela Jane, mas não gostei por ela ter tido que matar uma pessoa, mesmo ela merecendo e sendo legítima defesa, ela teve que puxar o gatilho, e isso nunca é fácil para pessoas boas, mas senti um alívio, vendo a Jane na igreja e dizendo que estava em paz. Agora vou ficar todo episódio preocupada com a minha Maura, se ela está bem, se ela está esquecendo as coisas, e ela ainda fica fazendo brincadeira com a Jane, que esqueceu de quem era a casa, ISSO NÃO SE FAZ, Drª Isles.

Maura é aquele tipo de personagem que a gente quer colocar num potinho é guardar para sempre, protegendo de tudo e de todos, e vendo ela assim como esse problema que pode piorar, me deixa super apreensiva e preocupada.

Quando você começa ver uma série, e assiste por alguns anos, você se acostuma com as pessoas e elas acabam sendo parte da família, dos amigos, não acho que estou exagerando, pegue uma série que você assista há mais de 2 anos, e um personagem morre, ou fica doente, parece alguém próximo, ou será que só eu sou assim?

Por falar em Maura, eu já shippo ela com o Kent, e já tem um bom tempo. Que coisa mais fofa ele ajudando ela, já quero os dois juntos no final. Eu sei que nunca vai rolar Rizzoles, então, quero a ela com o Kent, como chamaria o ship, Islent? Kenles? Não faço ideia. Sei que muita gente vai achar bem nada a ver, mas eu curti, exatamente por isso, as vezes o nada a ver se torna algo lindo. Shippo mesmo! Me julguem!

Frank e Nicole, nem lembrava que Nicole existia, então a notícia para mim, não foi o término, foi saber que ela existia. Mas, isso não importa porque agora temos Nina e Frank, amo os dois juntos.

Preciso falar sobre o caso da semana, Layla, a menina que sofreu o acidente, quando na verdade ela se matou, por não suporta as pressões e tudo mais a sua volta, achei de uma sensibilidade linda o Frank não falar para os pais o que realmente aconteceu, eles iriam se culpar, e a dor já era bem grande, não precisaria aumentar mais ainda, como a Jane disse, nem tudo é tão simples assim, a dor de uma família quando alguém se mata, é muito forte. O Frank percebeu e foi muito humano não causar mais dor aqueles pais.

Observações:
1 - A Maura e o seu celebro só me traz preocupação. NÃO TOQUEM NELA!

2 - Finalmente acabou esse plot da Alice! Já não era sem tempo, mulher louca.

3 - Maura encorajando a Jane a ligar para o Martinez.

4 – Dois episódios no mesmo dia, é para judiar da pessoa que faz a Review, e tá acabando, vamos economizar, para durar mais, pode ser?
Comentário(s)
0 Comentário(s)