Penny Dreadful - 3x07 - Ebb Tide

Por Elizabeth Silva

19 de junho de 2016

Depois de muito esforço volto aqui para comentar sobre mais um episódio de Penny Dreadful. Devo alertar que mais uma vez meu emocional foi posto à prova e outra vez não passei do teste em estar com a consciência tranquila com esse episódio. 

Vamos por partes, eu sinceramente não sei definir o que sinto nas cenas em que Lily e Dorian aparecem junto com seu esquadrão de mulheres. Não consigo dizer se gosto do que fazem ou não, mas a atuação de cada está realmente se sobressaindo maravilhosamente bem. Nos primeiros minutos desse episódio, temos mais um vislumbre do triste e desprezado passado de Brona, ou Lily, e claro que aquilo me balançou horrivelmente. Apesar de não concordar com os atos que ela vem adotando, não posso dizer que deixei de admirar sua força. A personagem de Billie Piper retrata o quanto as mulheres eram menosprezadas naquela época e sua irreverência a tornou cada vez mais fria ao passar do tempo, suas perdas a tornaram amargurada e semeando a raiva a cada dia mais. Como disse é difícil dizer o que sinto em relação a essa personagem, por ora sinto sua raiva e dor e acredito que faz o certo, mas logo caio na ideia do quão aquilo é doentio. E ao que parece Dorian também acredita que Lily passou dos limites, vocês acham realmente que Victor vai conseguir mudar ela? Meu palpite é que não. 
Mudando nosso foco, Ethan está finalmente deixando aquela terra amaldiçoada que só lhe trouxe dor na companhia de Sir Malcolm e o Apache, que descobrimos se chamar Kaetenay. Tudo que o pobre do Ethan merece agora é um pouco de paz, mas as visões do Apache deixam bem claro que ele não terá esse descanso tão cedo. Eu realmente fico muito curiosa para saber o que acontecerá se essa visão se concretizar ou algo do tipo, Ethan já mostrou várias vezes o quão forte ele é e poderoso também e isso assusta um pouco, afinal Ethan quase foi para o mal e isso poderia ter significado o fim para ele. Agora ele terá que fazer o mesmo que fizeram por ele, mas com Vanessa. Primeiro de tudo, como uma fã de carteirinha do casal desde a primeira temporada, eu amei ouvir ele dizendo o quanto ama Vanessa para Kaetenay. Sério gente, meu coração se aqueceu de um jeito e foi tão lindo! Melhor ainda foi ver ele reconhecendo que errou ao tê-la deixado, e como errou não foi, Ethan? Agora eles travam uma corrida contra o tempo para resgatar Vanessa das garras do Dragão. 

Eu realmente fiquei super surpresa com o final desse episódio, se os produtores queriam um final impactante eles conseguiram com êxito! Mesmo Vanessa tendo descoberto toda a verdade sobre seu novo romance (parem de quebrar o coração da moça!!), e partido com a convicção de que o mataria naquela noite, convenhamos, não acreditei que ele mataria Drácula, afinal estamos no sétimo episódio ainda. Sobre sua decisão eu entendo o quão sozinha ela se sente e poxa tem alguém que aceita ela do jeito que é, quem não abriria os braços para alguém que quer cuidar de você e não quer mudá-la, apenas te aceita? Entendo de verdade, mas, ainda sim, foi imprudente sua decisão e isso vai, outra vez, machucá-la terrivelmente. Espero que dessa vez Ethan esteja lá para recolher os caquinhos e fique até o final com ela. Vocês também notaram que sem Sir Malcolm na presença desses dois as coisas não fluem bem?
A carga emocional, para mim, ficou por conta de John Clare. Pelo menos uma das minhas preces foi atendida e ele começou a sentir um dos amores mais puros na vida, o amor de sua família. Sua história sempre recheada de desprezo e rejeição está começando a mudar, sua família o ama e o aceito pelo que é de verdade e não pela aparência e é exatamente assim que deveria ser com qualquer um. Não pude deixar de notar que sua raiva por Victor diminuiu bastante, e não posso deixar de concordar com ele quando diz que Victor se importa mais em ficar conhecido do que cultivar o amor das pessoas em seu lugar, mas acredito que Lily mudou completamente isso nele, não é? 

Bem, espero que tenham gostado e que nós encontremos novamente na próxima!
Comentário(s)
0 Comentário(s)