The Voice - 10x25a28 - Resumo Semi Finais e Finais

Por Alvaro Luiz Matos

25 de maio de 2016


SPOILERS ABAIXO
Sabe aquele gás que todo reality tem quando começa? Pois é, ele não chega na final assim tão animador, e é normal que isso aconteça depois te tantas semanas eliminando apenas um candidato. Uma jornada maçante que só quem assiste e, sobretudo, quem escreve sobre o The Voice sabe dizer.

Não foi apenas por esse motivo que me atrasei na semana passada e não escrevi sobre as semi-finais. Aproveito para pedir desculpa por ter deixado um episódio importante sem review, mas nós nunca sabemos quando nosso computador vai deixar de funcionar no melhor estilho "surpresa".

De qualquer maneira, com a final que já rolou e com o prêmio já dado, não faria sentido escrever sobre um episódio que todos já assistiram. Então vou citar os finalistas e falar um pouco das qualidades de cada um deles na ordem com que foram para a final.

1 - Adam Wakefield - (Semifinals: "I'm Sorry" / Finale: "When I Call Your Name" / "Lonesome, Broken and Blue")
Adam é o tipico candidato do time Blake que segue uma formula já definida pelo Cowboy para que seus candidatos cheguem na final. É fácil visualizar durante as semanas que a estratégia batida continua funcionando, mesmo que isso não tire os méritos do Adam que foi o melhor finalista que Blake teve nos últimos anos (fato que só justifica como Blake sabe levar às finais candidatos bem inferiores, que por vezes até vencem o programa).

Adam infelizmente continuou entregando apresentações parecidas e mesmo disposto a largar seu piano durante a semi, foi instruído a mantê-lo. Foi quase como se Pink falasse para ele que sem o piano ele não era nada. Um exagero da minha parte, é claro, mas as apresentações sempre parecidas poderiam o levar a final por cativar um público grande dentro do country, mas não lhe dariam o titulo.
Pink poderia estar um pouco certa de que, com o piano a apresentação ficaria mais bonita, mas durante a final, mesmo em pé (finalmente descobri que ele tinha pernas) Adam tentou emocionar com acordes singelos de violão e não decepcionou. A final não é o lugar para inventar e querer arriscar, e nesse ponto um dos cantores que menos arriscaram não iria deixar o seu "safe place" por nada no mundo.

2 - Alisan Porter (Semifinals: "Desperado" / Finale: "Down That Road" / "Somewhere") 
Não me canso de dizer que Alisan é a candidata que acumula a maior carga de atributos dos quais considero importante para uma campeã. Vamos verificar: uma bela história de vida? Alisan foi atriz mirim, passou por dificuldades, foi viciada, se restabeleceu, casou, teve filhos e logo após acreditar ter bases sólidas para sua vida, ela resolve voltar fazendo o que mais gosta (e tem talento).

Alisan também foi a candidata mais constante do programa as listas do Itunes e nas listas de aprovados, sempre esteve entre os primeiros e sempre provou ter um público seu, devoto ao seu talento. Ela também pertence ao time de Xtina que não havia vencido o programa e carregava legiões de pessoas que votariam em qualquer um de seus candidatos (ainda mais uma candidata feminina pronta para representar a superação e a força da mulher).
Mas enganam-se achando que ela só tem esses atributos para vencer o programa. Alisan é talentosa, emocionou e empolgou o público por diversas vezes, cantou clássicos e musicas contemporâneas como Stone Cold, fez chover no programa e esteve a frente de diversos candidatos durante o programa todo.

3 - Hannah Huston (Semifinals: "When a Man Loves a Woman" / Finale: "Every Breath You Take" / "I Call the Shots")
Hannah para mim é a candidata que mais cresceu no programa tanto vocalmente quanto em quesitos como confiança, interpretação da música, postura de palco e tantos outros. Ela é intensa, a candidata que mais perto chegou de me fazer acreditar em que estava sentindo a canção de verdade. Ela consegue ser sutil com olhares e gestos e ser tão intensa vocalmente que seu lugar na final tinha de estar garantido.
E não só isso, Hannah era para mim a única candidata na final capaz de surpreender e roubar o prêmio para si. Ela fez as melhores song choices da semi e da final, fez apresentações de luxo quase sem falhas.

Ela é uma das poucas candidatas que escolhi torcer desde as blinds e que permaneci torcendo até as finais. Uma cantora de talento, beleza e mais do que tudo de trabalho, de muito trabalho. Só quem acompanhou o tempo todo viu o quanto ela se aplicou e cresceu nessa temporada. Não levou o titulo, mas levou o meu coração, o meu carinho e os meus aplausos.


4 - Laith Al-Saadi - (Semifinals: "One and Only" / Finale: "Morning Light" / "White Room")

Sempre disse que se Laith quisesse chegar nas finais, ele precisaria hora empolgar hora emocionar, mas era óbvia a vocação dele para empolgar. Porém, quem diria que ele emocionaria na hora certa? Sua apresentação nas semi finais, unida ao seu instant save, o fez ser visto pelo público da forma que eu sempre me senti sobre ele. Se trata de um cantor completo.
Completo sim, mas também sabíamos que ele não venceria (mesmo com essa apresentação solo incrível/sensacional/foda na final). A coisa mais difícil em um The Voice é ver o candidato mais pronto chegar as finais e vencer, a provação e a competição extensa acaba fazendo com que eles se desgastem muito e vez ou outra sejam eliminados.

Justifico isso comparando Laith com Alisan e Hannah, duas candidatas que evoluíram durante o programa, contra dois candidatos prontos que sobreviveram ao programa (Laith e Adam). A superação é um atributo intangível que aproxima o candidato do público e os tornam mais fortes.


A CAMPEÃ - ALISAN PORTER
Sem dúvida tivemos o resultado esperado e merecido. Alisan é a cantora que mais merecia esse prêmio por tudo aquilo que já disse nesse texto e venho dizendo durante as reviews. Deixo aqui os meus parabéns, o meu desejo de sucesso e saúde.

Alisan Porter, Kata Hay, Paxton Ingram & Ryan Quinn - Finale: "Straight On"

Alisan Porter Music Video: "Down That Road" (Digital Exclusive)

Alisan Porter and Christina Aguilera - Finale: "You've Got a Friend"

Winner Performance


Esse texto foi escrito por: AlvaroLuizMatos

Comentário(s)
0 Comentário(s)