The Flash - S02E20 - Rupture

Por Lorena Alvarenga

9 de maio de 2016

SPOILERS ABAIXO:
Apesar de inúmeros erros a qualidade da segunda temporada de The Flash vinha se mantendo em um nível satisfatório, pelo menos até a primeira metade. Desde então, a qualidade assustadoramente caiu a um nível tão baixo que a sensação é de que a série está em uma montanha russa e tudo o que resta é uma descida interminável. Semana após semana assistir os episódios tem exigido uma grande quantidade de boa vontade e otimismo para tentar achar os pontos positivos, mas em quase todos algumas coisas boas conseguiram ofuscar um pouco as ruins, só que isso não aconteceu essa semana.

Quando um episódio todo é desnecessário alguma coisa não parece certa e na verdade, não está. Na review passada disse que os roteiristas parecem saber onde querem chegar, mas não sabem como chegar lá e é exatamente o que aconteceu mais uma vez. Enrolar quase que um episódio todo para tomar uma decisão óbvia não é saber o que estão fazendo. Jogar o drama do Cisco na nossa cara essa altura da história depois de ter apenas brevemente mostrado em algum ponto, não deveria ser opção. Não me entendam mal, até gostei de ver ele se entendendo com o irmão afinal, mesmo da forma preguiçosa que foi feita, essa foi uma das poucas partes que podem ser salvas do episódio, mas chegamos a um ponto onde as coisas realmente importantes precisam ser mostradas ao invés de recorrer a qualquer drama mal desenvolvido para preencher o tempo.
Infelizmente, Cisco não foi a única vítima do mau desenvolvimento, Wally e Jesse desde sempre não tem tido a atenção necessária para crescer na trama, claro que no caso do Wally foi muito pior já que o personagem tem sido tão insuportável quanto dispensável. Desde quando eles apareceram o destino dos dois era claro, em algum momento da trama eles iriam se tornar velocistas, mas o pecado do não saber como fazer e optar pela opção mais preguiçosa parece se repetir milhares de vezes na série. Todo a forçação de barra ao empurrar o fascínio de Wally pela velocidade de forma nada sutil, sua recente admiração pelo Flash, a súbita volta de Jesse, eram indícios fortíssimos do que iria acontecer, mas mais uma vez tamanha falta de sutileza surpreendeu. Seria um grande momento poder acompanhar o desenvolvimento dos dois até o momento da transformação em dois velocistas, em heróis, mas isso é o que temos.
Depois de uma temporada inteira recebendo quase nenhuma informação, apenas trabalhando com adivinhações, a série entrou em um ciclo de episódios fracos onde até o melhor vilão que deu as caras em Central City parece ter perdido o ponto e se tornado fraco. Os próximos episódios não parecem tão promissores assim e se não fosse o final surpreendente desse episódio, arriscaria prever um season finale bem desastroso.

P.s*: Como fã apaixonada de Harry Potter não poderia deixar de comentar minha satisfação por todas as menções. 



Esse texto foi escrito por: Lorena Alvarenga

Comentário(s)
0 Comentário(s)