Jane The Virgin - S02E19/S02E20 - Chapter Forty-One/ Chapter Forty- Two

Por Hanssés

15 de maio de 2016

SPOILERS ABAIXO:

Que alegria começar este post com a imagem do caminho da vergonha de Michael, por mais que saiba que ele tinha "boas intenções" com toda essa investigação, não se preocupou muito em ser discreto em suas alianças em tentar conseguir desvendar o caso.

Irmã de Petra (ainda não consigo pronunciar e muito menos escrever aquele nome) me representa pela sua reação ao ver, ouvir e olhar para Rafael, é quase universal esse sentimento, mas sendo tão ingênua em tentar prejudicar Jane por colocar Petra em um Patamar tão alto que não percebe quem são as verdadeiras vítimas da série.

A sequência dos anos 20 me deixou mais entendiado do que a continuação do plot da guarda do Mateo que já perdi a conta de quantos episódios está durando, chegou um ponto que a série necessita ser encurtada para quinze capítulos apenas, mesmo sabendo que a trama se comporta como uma novela onde tudo é arrastado está ficando cansativo demais continuar assistindo Jane.

Que lindo o vídeo em homenagem a Jane, Rogélio pode ser o extremo do drama, mas quando se trata da família ele é perfeito e admito que fiquei em lágrimas no final com o depoimento de Anezka (aprendi o nome no meio desta review) sobre Petra, que se tornou meu personagem preferido por estar aprendendo a cada dia ter mais dignidade e tentar ser boa, uma transformação de caráter em passos curtos que aos poucos vemos o resultado. Mesmo que ela vacile ali e aqui é a representação do ser humano, nos mostra como não somos perfeitos e muito menos pertencentes apenas um lado da força e que tudo depende da situação e das pessoas envolvidas pra que nossas ações sejam boas ou ruins.

Gente, que revelação besta foi essa do Derek com sua mãe, desde de quando ele apareceu sabíamos que não tinha a menor possibilidade dele prestar ainda mais com ele chantageando o irmão, podiam ter passado essa cena.

Esse texto foi escrito por: Hanssés Anderson
Comentário(s)
0 Comentário(s)