Bones - 11x16 - The Strike in the Chord

Por Janaína Guaraná

28 de maio de 2016

É amigos estamos caminhando para o fim da nossa série e estamos em um loop de episódios que parecem trilhar o caminho até lá. A história da semana é convincente mas torna claro o que disse anteriormente, é morno, tira algumas risadas e suspiros, mas tem momentos que dá vontade de avançar com o episódio. 

Queremos mais Parker, queremos mais momentos em família, queremos mais e mais. Ok, o primogênito quer ser escritor e prefere passar o tempo aprimorando a escrita, tá mais e nem um trechinho da história para a gente? Nosso agente apoia o garoto, mas cadê a cena dele dizendo isso para o Parker? 

Todos lembram da primeira vez que o Dr. Edison apareceu no Jeffersionan? Ele teve que convencer a Dr. Brenann na primeira análise dos restos mortais e apesar de ter respondido todas as questões como a própria responderia, a doutora ainda ficou cheia de dúvidas se o cara tinha potencial. Agora, temos a Srt. Mills que apesar dos pesares conseguiu chegar a plataforma forense e tudo que ela pode dizer sobre os restos mortais é: foi trauma, qual é, até eu que não entendo de nada sei que foi um trauma, todos estamos tocados, ela é um amor e batalhou para chegar lá, mas cá entre nós, ela está num time de gênios e a minha dúvida é como ela conseguiu ser interna por meio dia? Ela nem sabia o nome cientifico da joaninha e o Michel Vicent sim! 

Até a Dr. Brennan com a sua falta de habilidade em relacionamentos, não soube lidar. Aquela das primeiras temporadas nem teria deixado a Srt. Mills chegar na plataforma forense. Embora a cena dela consolando a ex-interna tenha sido feita nos padrões de "não sei o que isso significa" da antropóloga forense.

O episodio não tem um personagem focado, parece que quis focar em tudo ao mesmo tempo que as cenas foram simples e sendo assim é um episódio que passa e não deixa marcas, acontece por que tem que acontecer. 
  
Mas ver o Dr. Hodgins sendo feliz e estranho com os insetos e animais, alegra nossa alma e traz certo alivio, dessa vez vai. A gente sabe do desejo de querer andar novamente, mas concordamos com a Ângela, queremos você e não vale a pena arriscar tudo. É importante destacar que agora ele considera a esposa no turbilhão de emoções que eles vivem e leva em consideração os sentimentos e angustias dela também.

Dessa vez é o Aubrey quem tem um segredinho e achar que o Booth não descobriria é muito inocente da parte do agente. 

Queria poder escrever mais, mas esses episódios aparentemente foram feitos para isso, não deixar a série passar em branco e nem os fãs enlouquecidos com um finalzinho meia boca.
Comentário(s)
0 Comentário(s)