Arrow - S04E19 - Canary Cry

Por Bruna Horta

1 de maio de 2016

SPOILERS ABAIXO  
Já sei o que devem estar pensando: Arrow? Por que uma review nessa altura do campeonato de uma série que só perde audiência e fãs a cada temporada?

Por dois motivos: Primeiro, porque Arrow proporcionou a abertura do universo televisivo da DC Comics. Sem ela não teríamos The Flash, DC's Legends of Tomorrow nem Supergirl, portanto, mais respeito, please! E o segundo é porque, independentemente da sensação de que a série saiu dos trilhos, é sempre importante saber olhar analiticamente (vendo forças ainda existentes e tendo noção das fraquezas) ao invés de só reclamar…

Quem está lendo a essa altura do campeonato já deve saber que Oliver Queen é o Arqueiro Verde (dizem que está mais para Batman), um milionário playboy que viajou com seu pai e Sara Lance, a irmã da sua namorada (sim, a nossa Sara de Legends of Tomorrow). O iate acabou naufragando perto de uma ilha chinesa chamada Lian Yu, seu pai suicidou-se na sua frente, Oliver passou cinco anos por lá, foi dado como morto e voltou para Starling City (agora, Star City), cheio de ódio no coração, expert em arco e flexa, artes marciais e disposto a eliminar pessoas da listinha deixada pelo pai (lembram do"You've failed this city?"... Ai que nostalgia!).

Bem, ao longo das temporadas aprendemos que Stephen Amell não é o rei da interpretação e que Oliver é cheio dos dilemas, sempre tendo que fazer escolhas difíceis, na maioria envolvendo as mulheres da sua vida. Desde o início da quarta temporada, vimos que o grande vilão, Damien Dark (ex-liga dos assassinos e ex-pupilo de Ra's Al Ghul), matou um personagem e a revelação feita no episódio anterior "Eleven Fifty Nine" abalou todos do team Arrow.

A morte de Laurel Lance, a segunda Canário Negro (lembrando que a primeira foi a Sara, hoje Canário Branco), deixou muita gente incrédula e realmente pode ter sido uma péssima saída dos roteiristas. Nesse 19º episódio intitulado "Canary Cry" vimos o funeral da personagem, talvez o acontecimento mais triste de toda série até agora.
Pode ser que eu esteja enganada, já que vimos outros personagens voltarem à vida na série, mas acho muito difícil Laurel voltar. Ainda mais depois do discurso que Oliver fez no funeral, revelando que ela era a Canário e enterrando nossa heroína junto (com a linda menção na lápide). E que discurso, hein? Digno da grandeza da personagem! O episódio inteiro pedia um momento de muita emoção e, por incrível que pareça, Amell não me decepcionou! Só fiquei meio incrédula com só Quentin chorando… é sério isso, gente? 

Sobre o resto da trama do episódio…

Foi interessante ver que aquele arco dramático do Oliver sempre se lamentando que algo tinha sido culpa dele acabou e ele finalmente evoluiu. O sentimento despertado na equipe, através da raiva de John (ao confiado no irmão) e Felicity (no abandono do posto de Observadora), foi uma boa forma de uni-los diante de um momento tão difícil. 

Outro ponto alto do episódio foram os flashbacks de Oliver com Laurel, dando oportunidade à Kate Cassidy de se despedir (atuando lindamente) e ainda justificar a volta do protagonista para Lian Yu depois da morte de Tommy. E se a personagem era a melhor parte de Oliver, a promotora era mesmo a rocha de Quentin. contaminando toda a equipe e eu consegui sentir a dor do Capitão Lance em perder novamente uma filha. Será que isso trará força ao personagem ou recairá no alcoolismo? E com menos um integrante da equipe, como conseguir matar Damien Dark?

Bem, mas já que os erros começaram a aparecer… vamos a eles!

Por que uma Canário impostora? Por que, senhor? 
Sério… a fala na boca de Thea ao afirmar que a adolescente Evelyn Sharp pode ter manchado a reputação de Laurel, é tudo o que queria dizer aos roteiristas do episódio. Toda aquela aura da jaqueta da Sara passando pra irmã e ela se tornando a segunda Canário Negro foi jogada no lixo. E nem se deram ao trabalho de explicar como a impostora modificou o dispositivo do canto da Canário, que aliás nomeia o episódio. Espero que não inventem de colocar outra pessoa como Canário. A única digna disso seria se Sara voltasse da missão lá em Legends of Tomorrow, o que é bem improvável.

E especulando sobre o futuro da série pós Laurel, não vejo bons frutos vindo. Talvez estejam preparando terreno para um fim próximo…
Ps: Alguém notou que Barry está com sua velocidade ao visitar o túmulo e conversar com Oliver? Acredito que foi sim um furo de roteiro… (ou quem sabe um spoiler do próximo episódio de The Flash?!).

Esse texto foi escrito por: Bruna Horta
Comentário(s)
0 Comentário(s)