The Flash - S02E18 - Versus Zoom

Por Lorena Alvarenga

24 de abril de 2016


SPOILERS ABAIXO:
Um episódio que foi bom muito mais pelas expectativas e necessidade de informação do que pelo que foi apresentado.

Finalmente, depois de dezoito episódios e apenas cinco restantes para o final desta temporada, The Flash chegou naquele ponto crucial que fez falta desde o início. Mostrar a origem e os motivos que levaram Zoom a se tornar o ser mais temido de todos que passaram pela série até o momento era a peça que sempre faltou. A temporada repetidamente pecou episódio após episódio no desenvolvimento do personagem, com poucas aparições e alimentando os acontecimentos pela simples menção ou preparação para um futuro combate, se Zoom não fosse tão capaz de despertar medo, tão bom em se sustentar com as migalhas mostradas, as coisas teriam sido muito piores.
Não se enganem, apesar de repetidas críticas ainda acho The Flash uma série boa e que vale o meu tempo, mas é inegável que os repetidos erros têm minado há tempos a qualidade de uma série que tem a capacidade para ser muito mais do que tem apresentado. Não ter se aproveitado de uma história tão rica como a de Zoom para desenvolver Legends Of Tomorrow foi o maior desperdício da temporada, deveríamos ter tido um episódio como esse lá no início para saber com o que realmente estávamos lidando. Claro que jogar a culpa somente em LOT é fazer uma crítica muito rasa, já que se não fosse isso arrumariam outro jeito de preencher espaços para atender a uma temporada tão gigante, mas sem dúvidas é uma pena.

Deixando de lado tudo o que poderia ter sido, devo dizer que, apesar de pouco aprofundado e de ter sido apresentado tardiamente, a infância de Zoom ser tão parecida com a de Barry foi uma sacada genial. Até onde os acontecimentos influenciam na nossa vida? Qual o papel da criação? Em que momento o caráter desequilibra a balança? Encarar essas questões de perto e ver tamanha diferença entre duas pessoas que tiveram passados tão similares e ao mesmo tempo tão diferentes valeu o episódio.
Por outro lado, com Barry mais rápido, esperei ver um embate mais direto com Zoom, menos conversa, menos ameaça e um pouco mais de ação. Obviamente, não esperei que a derrota do vilão da temporada viesse no décimo oitavo episódio, mas erros tão grotescos não eram esperados em tão grande quantidade. Quanto aos motivos de entregar a velocidade eu até entendo, apesar de ser a cagada mais gigantesca que Barry poderia cometer, isso nem de longe foi o pior. O pior mesmo foi ver que todos estavam tão apáticos com a entrega da velocidade que só Caitlin esboçou uma reação.
Entre tantos erros Versus Zoom magicamente conseguiu se sobressair e entreter de uma forma satisfatória, encaminhando assim, a temporada para seus episódios finais.

P.s*: Arrumam tanto drama para Caitlin que tem sido difícil de aguentar.

P.s**: Cisco desenvolvendo melhor suas habilidades com toda a certeza foi um acerto.

P.s***: Se infelizmente Barry e Iris como casal parece ser inevitável, é melhor que as coisas sigam os acontecimentos deste episódio e andem rápido, assim nos livramos disso e passamos para qualquer outra coisa mais interessante.


Esse texto foi escrito por: Lorena Alvarenga

Comentário(s)
0 Comentário(s)