The Catch - S01E01 - Pilot

Por Juliana Pereira

3 de abril de 2016

SPOILERS ABAIXO

Confesso que sou completamente apaixonada por Grey's Anatomy, os romances e dramas me prendem de uma maneira inexplicável. Depois que me apego aos personagens então, é difícil, muitas vezes, separar as coisas boas e ruins da série.

No entanto, The Catch, criada por Jennifer Schuur e tem como produtora executiva Shonda Rhimes (criadora de Grey's Anatomy, How to Get Away with Murder e Scandal), e roteiro de Julie Anne Robinson, começou fraca. Pelo que parece, a série vai se basear em uma caçada de "gato e rato", na qual uma investigadora que é enganada pelo noivo expert em roubos milionários. Este enredo já não é super atraente, e o primeiro episódio deixou a desejar.

A personagem principal, Alice Vaughan, interpretada por Mireille Enos, se parece muito com a personagem principal de Grey's, Meredity, interpretada por Ellen Pompeo. Mulher apaixonante e apaixonada, sensível e determinada. O tipo que se deixa levar pelas emoções e perde a razão sem perceber. Não, Shonda, eu não quero mais uma Meredity.

O então noivo, Benjamin Jones (usa um nome falso no primeiro capítulo), interpretado por Peter Krause, mostra-se sagaz e inteligente, que sem querer acabou se apaixonando pela sua presa, ou noiva, como preferirem! Como disse antes, adoro um romance e um drama, por isso já assisti milhares de filmes com enredos bem parecidos com esse... Estamos nos deparando com algo clichê? Não, realmente espero que não.

O primeiro episódio vem com sensualidade, jogo de palavras, desafio, mas sem força. Alice começa detendo um vigarista. Ela o derruba e prende. Nossa, que mulher maravilhosa... Será? Pois quando ela é roubada pelo seu próprio marido, vemos uma mulher frágil e sentimental. Nosso primeiro episódio não teve algo que saísse do lugar comum, em outras palavras. Eu não quero parar para ver uma série em que o homem é o cara que faz e acontece e a mulher é a frágil que vai sofrer por ele o resto da vida. Na última cena, Benjamin coloca no quarto de Alice um quadro que representa a relação deles e ela diz "você quer brincar, então vamos brincar". Essa foi a única brecha que eu achei para acreditar lá no fundo, fazendo uma forcinha, que essa série será um sucesso tanto quanto as outras criações maravilhosas se Shonda.

Em sites de avaliação, a série no geral fica com média 7 e um pouquinho. O primeiro episódio leva uma média um pouco mais alta. Sei que estamos apenas começando, mas quero mais. Estou tentando me desapegar das outras séries que amo de Shonda, para ter uma visão não sentimental de The Cath. Talvez por isso, esteja esperando algo que faça meu coração bater mais forte.

O segundo episódio já saiu, mas não consegui uma legenda em português, e como meu inglês não sai do "I love you", de nada adianta eu ver sem entender nada! rsrsrs Assim que conseguir a tradução, corro aqui para contar o que achei dele.

Comentário(s)
0 Comentário(s)