The Voice Kids - Shows Ao Vivo Part I

Por Alvaro Luiz Matos

8 de março de 2016


Esse texto está pronto desde domingo, mas devido a contratempos ele demorou um pouco para vir ao ar. Então sem mais perdas de tempo vamos ao que interessa.

Team Ivete Sangalo

Carol Passos - Ovelha Negra

A Carol escolheu uma música bem alinhada com o seu perfil, mas eu sinceramente achei a apresentação um pouco fraca vocalmente, achei a voz da menina um pouco rouca e sem alcance. Trata de uma música muito forte e que precisa ser sentida, e não vi isso durante a apresentação, achei que a canção foi apenas cantada

Daniel Henrique - Cedo ou Tarde

Com uma música bastante pop Daniel trouxe um pouco de NX Zero. Mesmo que a canção seja mais fraca que a anterior eu achei a apresentação vocalmente muito melhor, a voz dele é muito boa e pouco valorizada no mercado brasileiro. Afinado e certo nas notas (que não foram assim tão difíceis) Daniel fez uma apresentação segura.

Nicole Luz - Soul de Verão

As apresentações estão melhorando gradativamente nesse programa, Nicole tem alcances muito melhores que os dois cantores anteriores. Uma presença de palco sensacional, a menina chegou chegando com força e carisma, fazendo não só o fofuromentro estourar, mas também o público levantar da cadeira e do sofá para dançar.

Pérola Crepaldi - Beauty and the beast

Um estilo diferente, mas romântico que a de Nicole, Pérola é abençoada vocalmente quando se lança em tons altos e notas difíceis. Por ser uma canção mais "genérica" e em inglês a sua aprovação pelo público fica totalmente descartada.

RESULTADO:

Os meus votos foram todos para Nicole mas se eu tivesse que escolher mais alguém escolheria a Pérola. Já o público escolheu o seguro e passou o Daniel para próxima fase, restando a Ivete salvar Nicole, porém, sempre tem um porém, Veveta passou Pérola e deixou a Diva Nicole Luz voltar para a casa mesmo depois de cantar, sorrir, dançar e fazer a apresentação mais completa das 4. 

Pérola foi a mais afinada e a melhor apresentação vocal, a escolha de Ivete faz sentido, mas eu já havia avisado na última semana que agora ia ser bem mais difícil.
Team Vitor e Léo

Ana Pieri - Quem de Nós Dois

Gosto muito da pegada da Ana Pieri quando a vejo cantando, mas eu torci bastante para que ela não escolhesse uma música 100% lenta, ela não é uma perfeição de alcance vocal ou de acerto nas notas e sua voz não é suave, portanto é melhor quando ela consegue colocar a sua personalidade e estilizar em versos. Não foi o caso.

Ana Rosa - Nada Sei

A menina tem voz forte e marcante, que consegue ser suave e uma música mais romântica acaba valorizando a menina. No caso eu trocaria a música aqui, colocava ela para cantar Quem de nós dois e a Pieri cantar Nada sei. Mesmo assim a apresentação de Ana Rosa foi muito melhor musicalmente.

Enzo e Eder - Fogão de Lenha

Juro que estou sentindo as apresentações de hoje um pouco abaixo do que cada um dos cantores que subiram no palco podem demonstrar (talvez o áudio não estivesse bom, ou o que vimos até aqui encobria a imperfeição das vozes e agora nas apresentações ao vivo isso acabou). A escolha da música foi de encontro com a proposta da dupla, o carisma é imenso e trata-se de jovens bastante promissores, mas acho que logo irão cair no programa.

Laura Schadeck - A Thousand Years

Laura foi a única nesse bloco a cantar em inglês e fez bonito mostrando tanto alcance quanto suavidade na voz. Algumas vezes em que ela subiu a nota ela deu algumas desafinadas, mesmo assim vocalmente foi uma bela apresentação.

RESULTADO:

Eu particularmente entrei nessa com algumas preferências, mas achei que as apresentações foram bastante equilibradas entre si. Enzo e Eder foram carisma só e sem duvida isso cativou o público. Eu ficaria bastante em dúvida agora entre Ana Rosa e Laura, e Vitor e Léo de forma unanime escolheram Laura (quando a escolha não foi unanime? Como é isso? me contem).

Resolvi dar menos ênfase as escolhas já que quero citar brevemente o engrandecimento de discurso trazida pela dupla de técnicos, tudo que se fala sobre a valorização do trabalho em detrimento da pessoa, a valorização do talento e da humildade pode parecer repetitivo, mas eu vejo isso como grande momento do programa. Em outrora, nas versões adultas do programa sempre criticávamos a falta de feedback, de dicas de naturalidade e dessa vez isso não tem faltado tanto assim.
Team Brown

Felipe Adetokumbo - Isn't she lovely

O timbre dele me chama sempre a atenção e a escolha de repertório não me surpreendeu muito, pois vai muito de encontro o que ele gosta de cantar. O carisma é outro ponto forte de Felipe, assim como a presença de palco. Ainda o vejo desafinando bastante, mas nada que o tempo não corrija, é bastante visível que se trata de um cantor bastante promissor.

Irís Pereira - Mercy

Eita musiquinha difícil para uma menina de 9 anos, mas Iris é fofa e tem um tom de voz diferenciada também. Pena ser tão nova para estar no programa, talvez daqui a uns dois anos essa garota fosse a grande estrela desse programa, pois voz ela tem, talento ela tem e o que falta é apena experiência (coisa que ela vai ter com o tempo). Iris para mim é uma das maiores preciosidades desse programa e Duffy (a autora e interprete da música Mercy) reconheceu isso com um "Ela Arrasou"
Júlia Gomes - A Lenda

Júlia Gomes é uma das poucas cantoras que mostram evoluções substantivas nesse programa. Ela tem crescido vocalmente quanto artisticamente. Porém nessa apresentação tivemos algumas desafinadas, só que mesmo assim a menina dominou a canção, chamou a atenção de quem assistia pela sua beleza e carisma e entregou uma apresentação diria eu, segura (sem muitos riscos).

Malu Cavalcante - Eu Não Vou

Pérola Negra, é disso que tenho que chamar essa garota. Gosto de muitos dos cantores que passaram nesse palco no programa de hoje e Malu foi pra mim a melhor desde a escolha da música quanto a qualidade vocal. Ela tem o timbre que mais me agradou, ela tem força, tem beleza, tem voz, tem força, tem beleza, tem carisma, talento, carisma, kkk... Sim preciso me repetir diversas vezes para que você entenda o quanto gosto de ver essa menina cantar como se já fosse profissional.

RESULTADO:

Sim, pelo programa ser infantil os discursos são mais didáticos, e engraçado que aquele discurso que fazemos para as crianças podem ser feita também para adultos, idosos e etc. Afinal formação de carácter e evolução é algo para a vida toda. 

Falando de escolhas eu levaria Felipe e Malu para a próxima fase, mas fico muito feliz que Iris tenha sido escolhida pelo público, como disse ela é promissora, mas muito promissora mesmo. A escolha do técnico portanto ficou bastante difícil, para mim a mais acirrada do dia, e Felipe passou por um motivo único: ele é único, ele é diferenciado, é importante dar oportunidades a cantores assim.

O Time do Brown é muito bom, e se despedir de qual fosse o candidato é algo muito triste.

--------

Como disse em algum momento desse texto os momentos em que concordamos com quem vai passar ou não está chegando ao fim. Cada um tem o seu favorito, outros votam pelo que viram no dia e por ai vai, portanto se você descordou de mim, dos técnicos ou do público deixe o seu comentário.


Esse texto foi escrito por: AlvaroLuizMatos
Comentário(s)
0 Comentário(s)