The Voice - S10E10/11 - The Knockouts Part 1 e 2

Por Alvaro Luiz Matos

30 de março de 2016


SPOILER ABAIXO
Sinceramente filtrando algumas coisas e alguns cantores que ainda vão cair logo logo, eu vejo uma temporada que pode ser muito boa.

The Voice - 10x10 - The Knockouts Premiere

The Voice 2016 Knockout - Angie Keilhauer: "Take Your Time"

Vs


The Voice 2016 Knockout - Paxton Ingram: "Hometown Glory"

Fui para esse nocaute bastante infectado pelas minhas preferências, Angie é uma das cantoras que eu gostei e que estou torcendo a favor, além de ter feito uma ótima escolha da música que lhe permitiu mostrar seu lado mais romântico e pouco de sua inteligência competitiva, afinal não se trata de uma música fácil de colocar notas altas e extensões, dificultando uma bela apresentação.

Ao mesmo tempo que já fui com o meu favorito, estava indo também muito preocupado já que Paxton tem um timbre interessantíssimo e extensão vocal de extrema qualidade. As chances de que ele fizesse uma apresentação tecnicamente vocal muito melhor era enorme, as songchoices eram de extremo opostos e ele sairia favorecido nesse fator.

Eu sinceramente tinha esperanças de que Blake escolhesse Angie apostando no crescimento dela e de que alguém com certa certeza pegaria o Paxton, mas ele foi pela obviedade e optou por quem foi muito melhor na apresentação.

The Voice 2016 Knockout - Ryan Quinn: "Drops of Jupiter"

Vs

The Voice 2016 Knockout - Owen Danoff: "She's Always a Woman"
Essa é aquele emparelhamento em que você levanta as mãos para o céu e pergunta, porque? Porque, meu Deus? Fizeram as melhores apresentações da noite e sinceramente não da para escolher quem foi melhor, talvez se você levar em consideração que o Ryan foi mais alto nas notas e se arriscou mais você teria um vencedor aqui (essa seria a minha escolha).

Porém me veio a cabeça  uma coisa, Adam está sabendo jogar, está criando um campeão quando coloca o Owen emparelhado com alguém tão bom quanto (ou melhor) e o provoca a se superar, afinal essa vitória só faria o vencedor se fortalecer perante ao público. É uma forma de jogar e fortalecer seu time. (Mas pode também ter dado o vencedor da temporada para outra pessoa).

Vocês devem imaginar a minha felicidade de ver o principal Front Runner da temporada indo para o time da Christina e fazendo com que ela tenha finalmente uma real chance de vencer a temporada? Chega a doer o coração de otimismo.

Ryan é um cantor pronto, mas que vai precisar se reinventar até o final do programa, pois é muito comum candidatos piores que crescem ao decorrer do The Voice levarem o prêmio. Portanto espero que ele abra o olho e cresça com a nossa loira.

The Voice 2016 Knockout - Hannah Huston: "House of the Rising Sun"
Vs

The Voice 2016 Knockout - Malik Heard: "Isn't She Lovely"
Senti a mesma coisa nesse duelo que senti no primeiro nocaute da temporada, ela é uma das minhas favoritas e ele tem uma voz única, é um cantor impar.

A diferença aqui, para o outro nocaute, é que a minha favorita, Hannah, a meu ver fez uma escolha melhor na música, tendo muito mais oportunidades para mostrar seu timbre e seu poder vocal do que Malik (que fez chover pedra nessa música que apesar de pop e popular é bastante chata). Hannah tem se empoderado de uma forma gigantesca durante a temporada e vem crescendo imensamente, embora difícil acho que a escolha era bastante óbvia.

Não sei, mas as vezes penso que ela deveria estar em outro time, vencer dentro do batalhão que o Pharrell tem para a temporada é muito difícil, mas espero que ela continue prestigiada ao máximo.

The Voice 2016 Knockout - Katie Basden: "Gypsy"

Vs


The Voice 2016 Knockout - Lacy Mandigo: "Zombie"
Duas apresentações muito diferentes, vozes diferentes e perfis diferentes. Sinceramente achei que seria fácil para Katie, mas francamente adorei a apresentação de Lacy, mas como pouquíssimas vezes vi alguém cantando esse estilo de música e se dar bem na escolha do técnico fiquei bastante desapontado.

Embora Katie seja uma cantora de voz forte, Lacy tem um timbre interessante, não sei se posso dizer que é rouco, talvez não seja a expressão certa, mas ela tem uma voz firme e um vibrato interessantíssimo. Se existia um momento certo para cantar esse tipo de música era agora, principalmente tendo Miley Cyrus para te ajudar e lhe fazer evoluir na canção e o que parecia ser uma escolha errada pôde ajudá-la a evoluir muito como cantora e a passar de fase (com dois steals).

A menina é nova e bastante promissora, tem personalidade e uma voz diferente. Se bem trabalhada pode continuar crescendo na competição, mesmo que tenha ido para o time errado. Já Katie foi pra mim bem standard, e não apresentou novidades em relação as semanas passadas, mas foi a escolha feita pelo Blake com um discurso de escolher quem for melhor (ele nunca foi assim porque agora?)

The Voice 2016 Knockout - Alisan Porter: "River"


Vs

The Voice 2016 Knockout - Daniel Passino: "Ain't Too Proud to Beg"
Esse foi o primeiro nocaute em que eu não tinha uma escolha pessoal e sai dela ainda sem um favorito, ambas as apresentações foram ótimas, acho que Alisan foi incrível e Daniel tem algo que não se pode perder, essa espontaneidade e essa paixão que tem pelo palco e pelo que está fazendo.

Xtina fez sua escolha por Alisan que logo logo começara a encontrar dificuldades para avançar de fases (assim como o Daniel também encontraria).

The Voice 2016 Knockout - Emily Keener: "Big Yellow Taxi"
Vs

The Voice 2016 Knockout - Shalyah Fearing: "A Broken Wing"
Duas jovens promessas se descabelando para conseguir permanecer no time fortíssimo do Pharrell, estilos diferentes, vozes diferentes, mas se eu tivesse que escolher quem é mais cantora seria facilmente Shalyah, apesar de não curtir o estilo musical da garota. As extensões vocais, o timbre e a facilidade para cantar fez com que ela desse um banho nesse nocaute e ganhasse com louvor.

Certo? Errado.

Emily venceu com a sua personalidade e todos sabemos que o Pharrell gosta do novo, do "flesh", mas também do vintage(afinal o velho e o novo se misturam). Talvez o discurso do Blake sobre Emily o ajudou a fazer essa escolha, talvez o discurso do Adam dando a entender que salvaria Shalyah, mas o certo mesmo é que eu não deveria ficar surpreso com essa escolha.

Fico feliz de ambas continuarem no programa.

The Voice - 10x11 - The Knockouts, Part 2

The Voice 2016 Knockout - Adam Wakefield: "Bring It On Home to Me"
Vs

The Voice 2016 Knockout - Peyton Parker: "Travelin' Soldier"
Apesar de cantores como Adam sempre caírem nas fases iniciais do programa é inegável que ele tem algo que vai além do esperado para esse tipo de voz. A extensão, as técnicas vocais, o timbre e todo o talento que circula o cantor só me dava uma certeza: Peyton pode dar pirueta no palco que não vai passar por ele.

Ela é uma boa cantora, muito próxima do perfil que Blake gosta de manter por perto, mas colocá-la para batalhar com Adam era quase como finalizar a passagem dela pelo programa nessa etapa. A garota conseguiu puxar uma responsabilidade e evoluir mediante ao risco de sair do programa, mesmo que não fosse o suficiente para vencer essa batalha (nunca seria).

The Voice 2016 Knockout - Moushumi: "New Americana"

Vs

The Voice 2016 Knockout - Nick Hagelin: "Lost Without U"
Finalmente tive a oportunidade de ouvir Moushumi cantar novamente, e de certa forma achei que ela pegou uma batalha fácil. Não gosto muito do Nick e acho ele bastante genérico, por falar achei insuportável a batalha dele e o fato dele cantar a música inteira em falsete.

Prestei bastante atenção na apresentação da nossa querida indiana e percebi os olhos (grandes olhos aliás) atentos a todos os conselhos, tentando aprender e sugar o máximo. Ela possui uma voz linda e está aprendendo formas de projetá-la melhor, com personalidade, com atitude e fiquei esperando por uma apresentação com muita evolução. Já o treinamento de Nick tivemos mais um pouca da forma chata dele de cantar (sério, eu odeio essa forma de cantar, falsetes ficam ótimos durante a canção, mas não quando formam a canção por completo).

Durante a apresentação da Moushumi eu realmente fiquei preocupado com a impostação de voz da menina, ela realmente precisa soltar mais a voz ou então fazer melhor o uso do seu tom nas escolhas das músicas. já apresentação do Nick eu realmente tive de pular quando ele começou então não serei capaz de opinar.

A escolha do Pharrell foi de dar orgulho, realmente eu acho que trabalhar nela pode dar muito mais frutos do que insistir em Nick, acho que o garoto está em seu ápice e dali não tem muito o que fazer, afinal se ele continuasse no programa, continuaríamos a ouvir o tal falsete programa após programa. Já Moushimi pode nos surpreender baseado em sua boa audição, mas se não o fizer tem estadia pequena nesse ótimo time.

Fácil foi o nocaute mais fraco até esse momento.

The Voice 2016 Knockout - Maya Smith: "No One"

Vs

The Voice 2016 Knockout - Tamar Davis: "Lay Me Down"
Duas ótimas cantoras foram emparelhadas, e graças ao bom Deus tivemos uma última boa batalha, pois nesse ponto aquele que vos escreve que assistiu dois programas em um único dia e ainda o escreveu e separou vídeos todo bonitinho, já não estava mais aguentando.

Portanto vamos direto ao ponto. Eu gosto mais do timbre da Maya mas acho que ela errou na música e arriscou pouco na apresentação, e a Tamar pela segunda vez seguida me surpreendeu e já a considero uma das favoritas.

Esse texto foi escrito por: AlvaroLuizMatos
Comentário(s)
0 Comentário(s)