The Voice - S10E08/09 - The Battles, Part 3 e 4

Por Alvaro Luiz Matos

23 de março de 2016

SPOILERS ABAIXO
Estou me sentindo uma máquina fazendo tantas reviews em tão poucos dias, estou escrevendo sobre Daredevil (maratona), 11.22.63, The Voice e The Voice Kids, além de outros textos que resolvi escrever e Banshee que retorna logo. O que vocês leitores dessa review tem haver com isso? Nada, eu sei, mas não escrevo tanto desde que criei o site, e quanto mais escrevo melhor os textos ficam.

Sem mais delongas vamos direto as batalhas.

Adam Wakefield vs. Jared Harder: "Can't You See"
Uma batalha relativamente fácil para Adam Wakefield, o timbre do cantor é muito melhor, a afinação é incrível e ele é muito mais do que um cantor country, ele tem um soul na voz muito marcante que o torna único nesse ramo musical que ele escolheu. Não tinha nem muito como ter dúvidas de quem seria escolhido, todos os coaches indicaram o caminho e Blake fez o que tinha de fazer.

Emily Keener vs. Jonathan Bach: "Explosions"
Teoricamente uma batalha fácil, uma cantora que virou 4 cadeiras e se destacou como uma das vozes únicas do programa contra um garoto que foi "combado" nas audições. Timbres diferentes, personalidades diferentes e uma batalha dentro do melhor time da temporada. Aí estou eu atentamente vendo os treinos e escuto Ellie Goulding e solto um "nheee"de decepção. Eu não sou muito fã da loira, ela me da um pouco de sono, eu assumo, mas o que fizeram com o arranjo da música foi excepcional, tenho certeza que tem as mãos do ótimo produtor "Pharrell".

Adam deu o primeiro bom conselho e foi na ferida do não tão bom coach (quanto produtor) Pharrell, e pontuou a falta de harmonia na apresentação, os timbres estavam muito distantes, não ouve união. Sabe aquele papo de dupla sertaneja onde a segunda voz tem de suportar a primeira, e que em um dueto elas precisam se completarem harmonicamente, pois é, não se trata de uma dupla, mas não ouve esse complemento. Dito isso eu obviamente levaria ela para a próxima etapa, trata-se de uma cantora mais promissora e mais única, concordo mais com Blake que achou Jonathan mais teatral e Emily mais conectada com a música, e menos com Xtina que viu exatamente o contrário.

Pharrell fez a escolha certa, apostou na pessoa mais promissora, mas como ele sempre erra muito juro que me deu um "medinho" aqui.

Daniel Passino vs. Kristen Marie: "Turning Tables"
Me diz uma coisa, Xtina elogia Kristen nas blinds dizendo que ouviu um pouco de Adele nela, e chega nas batalhas e da uma música da cantora para ela cantar. Talvez isso a favorecesse, pode até ter favorecido, mas estrategicamente foi um erro, ela deveria tirar primeiro a cantora um pouco da zona de conforto, conhecê-la melhor e no momento certo da competição dar uma canção poderosa da Adele para ela cantar. Fazendo isso logo nas batalhas ela gera comentários do tipo "você está muito Adele, precisa achar seu jeito". Sério, achei um tiro no pé.

Sobre a apresentação em si Daniel foi muito eficiente, acho o timbre dele mais límpido, mais poderoso, controlado e mais bonito também. A apresentação foi cabeça a cabeça, mas eu senti que Daniel venceu.

Battle Montage: Jonathan vs. Moushumi, Katherine vs. Lily, Angie vs. Teresa
Um combo muito ingrato trouxe a vitória da ótima Moushumi (queria muito vê-la cantar uma canção tão bonita como Photograph, o timbre dela é muito lindo); assim como a vitória de Katherine, que já havia sido "combada" nas blinds e vai ficando sem apelo nenhum do público desse jeito; e por último a também boa cantora Angie venceu sua batalha contra Teresa.

Pelo menos duas das três eu gostaria de ter visto, uma pena nem online a batalha ser mostrada (acho que quando sair da edição poderia ser colocada na internet, concordam?).

Abby Celso vs. Brian Nhira: "Sugar"
Eu lembrava a apresentação de Brian e quando ouvir Sugar imaginei que a música cairia como uma luva para ele, afinal ele sabe ser "doce" na hora de cantar e o timbre favorece alguns falsetes. Já Abby eu não conseguia lembrar então recorri ao youtube para ver a apresentação inteira e me lembrei dela cantando Tori Kelly e imaginei que seu timbre não casava muito bem com a escolha do Pharrell para o duelo, mas resolvi torcer por ela, acredito que ela pode ser mais promissora.

Mas vendo os treinos é muito claro o favoritismo dele pela escolha da música e o quanto ela casa com a proposta que ele tem para a música, fluí melhor, até o vibrato dele é mais natural. Mas na apresentação vi Abby sendo outra mulher e muito mais confiante, fazendo uma batalha em alto nível e só consegui imaginar o cenário em que Pharrell escolhe Brian e Xtina usa seu Steal nela (isso seria o cenário perfeito, pois a força dela encaixaria muito com a da loira).

Mas Pharrell é o rei dos plot twitts (poderia fazer séries junto com a Shonda Rimes) e passou Abby, assustando todo mundo. Obviamente "steals" rolariam solto depois dessa decisão e talvez Pharrell tenha feito certo, tenha salvado alguém que ele acredita que pode crescer e que não teria um steal garantido, dando aos outros a obrigação de salvarem Brian. Enfim, de qualquer forma Brian fez a escolha certa, se o seu poder está no vibrato, no falsete e no tom de voz, porque escolher alguém como a Christina ao invés de escolher Adam que se destaca pelos mesmos motivos, não faria sentido, ninguém melhor o vocalista do Marron 5 para ensiná-lo como aproveitar o melhor da sua voz.

Caroline Burns vs. Mike Schiavo: "Like I'm Gonna Lose You"
Eu jurava que Mike fosse vencer a Caroline fácil, mas do que isso, quando vi o emparelhamento imaginei que seria uma apresentação chata, mas a escolha da música deu aos dois possibilidades de mostrar algum talento. Meghan Trainor embora, na sua grande maioria, cante musiquinhas pops, ela tem muito talento e essa canção é prova disso. Portanto representá-la no palco não será tão simples.

Mike continua me lembrando vagamente um estilo de "Ed Sheeran", com certo talento, mas sem o carisma do cantor. Já Carol sobrepôs a voz de Mike durante a apresentação (nesse caso ouve harmonia, mas ele foi quase a segunda voz da "dupla", a voz dele serve de base para as notas altas dela).

Portanto a escolha de Adam foi mais do que acertada.

Alisan Porter vs. Lacy Mandigo: "California Dreamin'"
Vou aproveitar essa batalha e falar da edição. Primeiramente uma crítica: ELES PRECISAM MESMO AVISAR QUE NA ÚLTIMA BATALHA VAI TER STEAL? Sério, que raiva que dá, eu não quero saber, não pedi por spoilers poxa. Deixa o calor do momento me fazer opinar se a cantora vai merecer ou não.

"Segundamente" (sim, sei q essa palavra não existe, por isso das aspas) devo assumir que o fato de sempre lembrarem da história do cantor ou cantora, apesar de deixar o episódio imensamente cansativo, as vezes me ajuda a lembrar dos participantes. Essa batalha por exemplo era quase um "quem?" contra "quem?", eu não lembrava mesmo (não estou desvalorizando elas, por favor).

Já que as duas passariam de fase dei uma puladinha marota nos treinos e fui direto para a batalha que por pertencer ao time da Christina e ter duas vocalistas de vozes fortes obviamente ia ser abaixo do grito (Vocês já sabem como isso me incomoda).

Então eu optaria pelo timbre e ficaria com Lacy, a garota tem uma voz linda. Mas Alisan tem um "rugido" incrível também, é algo diferente, mas muito bonito. Comecei a criar teorias na minha cabeça enquanto os técnicos falavam e imaginei que Christina ficaria com Alisan e Blake usaria um steal para qualquer uma das que perdessem. Como Lacy saiu derrotada da batalha, era meio fato consumado que Blake tentaria levá-la para o seu time, afinal a garota faz exatamente o estilo do Cowboy, nova, bonita, com uma voz agradável (não dou muito tempo para ele transformá-la em cantora country e arrastá-la até as últimas fases, vocês sabem que ele já fez isso com muito menos - Vide Emily na última temporada).

Laith Al-Saadi vs. Matt Tedder: "Honky Tonk Woman"
O segundo episódio da semana começou com a batalha mais óbvia da temporada, ambos os cantores possuem potencial, mas timbres bem diferentes.

Laith tem uma voz muito mais poderosa que Matt e a batalha pode ter parecido um massacre, mas Matt tem muito talento e muito futuro pela frente, acho que, embora o emparelhamento tenha feito sentido, ele foi embora cedo demais.

Caity Peters vs. Joe Vivona: "Honesty"
Caity me chamou a atenção durante as Blinds e Joe apesar de ter uma rouquidão no fundo da voz dele me pareceu apenas "mais um" no início do programa, e se analisarmos também os treinamentos ela tinha tudo para vencer a batalha.

Mas as apresentações foram bastante parelhas, a voz dele é mais pura e mais natural que a dela, além de que ela por muitas vezes tentou fazer algo diferente que não me agradou, mas também ficou claro que ela tem mais artifícios, consegue variar notas com mais facilidade e acredito que isso deu a ela a vitória.

The Voice 2016 - Battle Montage: Gina vs. Peyton, Ayanna vs. Joe, John vs. Owen
Depois tivemos algumas batalhas "combadas", a primeira com a vitória da team leader Payton, a segunda com Joe vencendo uma batalha que tinha tudo para ser boa, mas pelo visto nem foi e por último a vitória de Owen em uma batalha que, ao contrario da anterior, me pareceu bem chata.

Com isso o episódio alem de curto só mostrou mesmo três batalhas, além de mais uma vez nos deixar sabendo que na próxima teremos um steal (bem brochante).

Brittany Kennell vs. Trey O'Dell: "The Chain"
Me questionei muito antes de ver essa batalha do porque um deles mereciam um peguei, julgando pelas blinds Brittany daria uma coça em Trey (onde prometeu muito, mas não entregou).

Mas a batalha realmente foi boa (uma das melhores de longe), o menino mostrou uma bela evolução nos treinamentos e na apresentação e ela é uma ótima cantora, não foi "de lavada" porque ele foi bem, mas ela se apresentou como uma das favoritas e Front Runner do team Blake.

O que para mim era uma batalha fácil se mostrou um erro do cowboy que perdeu um ótimo cantor em evolução para Xtina.

Nessa semana foi isso. Abraços galera.

Obs.: As reviews estão ficando melhores não acham? Muito mais organizadas e com os vídeos (optei trocar as fotos pelos vídeos, gasto exatamente o mesmo tempo dimensionando ambas, então porque não, certo?).

Esse texto foi escrito por: AlvaroLuizMatos
Comentário(s)
0 Comentário(s)