Remember - Marvel’s Daredevil – S01E01 – Into the Ring

Por Alvaro Luiz Matos

14 de março de 2016

SPOILERS ABAIXO
Na hora de escolher o MELHOR episódio de 2015, não pensei duas vezes. A série Daredevil ganhou grande espaço nas redes sociais, graças a Netflix e sua publicidade infalível, mas também por apresentar uma qualidade de aplaudir de pé. Escolhi o piloto, “Into the Ring”, pois foi a partir desse momento que a Netflix provou o seu sucesso e a ótima forma que abordaria as séries HQs da Marvel. Logo nos primeiros minutos já entendemos o que aconteceu com o protagonista, lá pela metade ele conseguiu nos conquistar e no fim todos queriam entender um pouco mais da vida do Matt Murdock. A série foi fiel às características como religião, personalidade e aparências físicas (chocada como o Rei do Crime é muito parecido com a HQ), e mesmo assim a trouxe para um lado mais realista quando tratou das “habilidades” do Matt ou até mesmo da forma que ele enxergava o mundo.

Mais do que um vilão, nesse episódio deu para entender que a maior luta de Matt será sempre os criminosos de Hell’s Kitchen, seja no tribunal ou numa rua deserta a noite, a justiça é a prioridade do nosso herói. E não dá para fazer isso sozinho, Foggy seu melhor amigo é outro destaque, a amizade dos dois é invejável e o carinho que ele tem pelo Matt é de se admirar, no piloto é transmitido perfeitamente essa conexão dos dois.
Em apenas um episódio temos todos os pontos importantes abordados: origem do personagem, qual o objetivo do protagonista, seus valores, sua personalidade, seus amigos. E do mesmo jeito que os quadrinhos abordam violência com grande frequência, a série não ficou para trás. Por ser produzida pela Netflix, a liberdade é maior, com litros e litros de sangue falso e cenas de lutas de tirar o fôlego.

Essa foi minha escolha, por que com o Daredevil 1x01 vimos o mundo misterioso e interessante da Marvel em nossas telas e deu para sentir o que podíamos esperar de futuras produção como Luke Cage, The Iron Fist e prever o sucesso que Jessica Jones faria.

Esse texto foi escrito por: Juliana Santana
Comentário(s)
0 Comentário(s)