Marvel's Daredevil - S02E04 - Penny and Dime

Por Alvaro Luiz Matos

22 de março de 2016

SPOILERS ABAIXO
Nessa review quero começar mudando um pouco o foco da minha crítica, e resolvi começar com uma pergunta: Alguém mais (além de mim) acha tudo muito escuro em Daredevil? As lentes utilizadas e a iluminação por muitas vezes são exageradamente sombrias, eu diria até mesmo escuras, tudo muito na penumbra e sei que isso é proposital, mas não significa que eu como espectador gosto de ficar tentando enxergar melhor e tentando aumentar o brilho da minha tela para ficar mais visível.

Passei cena após cena tentando ver se tínhamos alguma diferença no novo uniforme do herói ou se foi apenas o capacete que mudou (e nem mesmo ele eu conseguia enxergar com clareza). No fim resolvi dar pause e vir aqui reclamar um pouco (Estou no direito certo?). Enfim, aproveitando que citei o uniforme esse capacete ficou muito melhor que o anterior, acho que remete mais ao uniforme usual.

Indo ao que interessa, o episódio foi totalmente centrado no Punisher, mas divido em duas esferas. A primeira nas mãos de Karen Page que estava atrás de mais informações sobre o anti-herói se arriscando e indo até mesmo a casa dele. E a outra esfera envolvendo Frank e o quartel irlandês onde tivemos as cenas mais interessantes do episódio, com algumas batalhas, interrogatórios, certo sentimentalismo e a primeira vez em que Punisher e Daredevil lutam lado a lado.
Foi um episódio com muito menos diálogos, realmente bastante sombrio (talvez o mais escuro de todos), mas também o menos profundo. Dentre os pouquíssimos diálogos podemos destacar o realmente comovente discurso de Frank Castle sobre seu filho e sua esposa, foi realmente um momento de comoção que tentou dar um pouco de profundidade a um episódio que passou os primeiros 40 minutos de forma rasa e marota (pode ter comovido, mas o episódio, como um todo, não convenceu).

Ficou a cargo desse quarto episódio (na sua grande maioria) desentrelaçar a trama e criar um ponto de virada no roteiro, sendo o primeiro dos pontos de virada a prisão de Punisher e o discurso do Daredevil sobre restaurar a confiança da policia e do sistema, renegando o crédito pela prisão de Frank. 

Daqui em diante, e baseado nesse discurso sobre o sistema, Matt deve se doar mais a advocacia e sair um pouco da toca, fazendo valer a característica mais popular do personagem (Advogado de dia, vigilante de noite). Ele e Page passam a viver com novos dramas, agora como um casal e Elektra entra para a história para abrir o secundo grande plot da temporada.
Parece muito contraditório dizer que o episódio foi raso e citar um monte de virada de mesa na série, mas esse quarto episódio foi típico de final de temporada, e como é de praxe os episódios finais da maioria das séries são menos profundos e mais agitados, exatamente como esse daqui, onde tivemos muita adrenalina, romance e plot twist no final do episódio.

Portanto não tem muito porque me prolongar, afinal no próximo episódio poderemos analisar melhor a nova tônica adotada pela série daqui para frente e como os arcos vão se desdobrar.

Nos vemos logo logo galera.

Esse texto foi escrito por: AlvaroLuizMatos
Comentário(s)
0 Comentário(s)