Jane the Virgin – S02E12/13 – Chapter Thirty-Four/Chapter Thirty-Five

Por Hanssés

13 de março de 2016

SPOILERS ABAIXO:
Vamos começar pelo desejo de Jane em perder sua virgindade, situação um tanto constrangedora já que tem um filho, não que ela tenha que sair distribuindo por aí, mas a premissa que teria que esperar casar para fazer sexo não faz mais sentido no momento que ela é mãe, então mais justo do que perder esse selo com o professor tesão ou príncipe moderno.

Mas claro que Janinha iria broxar o professor com toda a versão detalhada do motivo de ser virgem e o que foi depois tentando reparar o erro fazendo sexo por mensagem e sendo parada por um policial lhe fazendo lembrar de seu ex noivo? Pior de tudo foi ver sua decadência em querer fazer sexo e perceber que suas atitudes estavam sendo completamente desesperadas.

Quando estava para parabenizar o plano do Michael, temos aquela cena bizarra de Rose e seu cabelo de peruca falando por um transmissor invisível que nenhum dos ângulos da mafiosa se mostrou perceptível e da moleza da parceira do detetive em deixá–la fugir para o encontro com a morte do laço azul que não causou nenhum impacto como deveria deixando a brecha que o policial tanto queria pra poder reatar com a romancista, sendo a pior parte do episódio, pois não aguento esse plot desses dois e por mim ele já estava em New York, casado e com 3 filhos, deixando nossa protagonista em paz.

O que não se realizou já que pela décima vez Jane resolveu investir novamente em Michael, sinceramente não aguento mais esse plot, sei que esse triangulo iria dar o ar de novela a série, mas é tão massivo essa indecisão de Jane. Apesar de todo o carinho que sinto pela série, toda vez que Michael entra em cena com o “mimimi” dele tenho vontade de pular de episódio na esperança que a história melhore.

E agora vamos aguentar a barra que será Rafael voltando a ser o playboy sedução, espero que tenha várias cenas sem camisa pra compensar essa caída do personagem. Petra deu uma senhora aula de como se valorizar, todo episódio ela vem se mostrando um dos eixos da série, um dos motivos de me fazer continuar acompanhando a série.

Pra terminar só deixar registrado como Jane e Michael não tem a menor química, fiquei com vergonha alheia vendo a cena da piscina. Podiam ter aproveitando essa tempo de tela e colocando a Alba dando seus ótimos conselhos que renderia muito mais.


Esse texto foi escrito por: Hanssés Anderson
Comentário(s)
0 Comentário(s)