Conheça: Spartacus

Por Alvaro Luiz Matos

15 de julho de 2017

Spartacus flutuou entre a cruz e a espada, a política e a revolução escrava de gladiadores, entre a ambição e a luta por liberdade. Produção da Starz a franquia foi sensacional mesmo com a morte do ator que representava o seu protagonista.

Antes de tudo vale saudarmos Andy Whitfield, que após a primeira temporada teve complicações em sua saúde (devido a um câncer) e não conseguiu retornar as gravações, dessa forma a Starz resolveu lançar um “prequel” que contava os acontecimentos anteriores à primeira temporada (enquanto esperava pela melhora de seu protagonista). Porém, Andy veio a falecer o que deixou o papel principal aberto.

As atuações de Andy eram sensacionais, o ator conseguia imprimir em si toda a revolta existente no personagem, fazendo com que fosse extremamente convincente a sua fúria e a sua força, porém, sem a sua presença a série teve que trocar seu protagonista e reiniciar a série até a “gloria” de seu season finale.

Spartacus conta a história de um gladiador que após ser separado de sua esposa para servir de escravo ao povo de Roma e honrar sua vida dentro das arenas, iniciou uma das maiores rebeliões da história.

Até aqui tudo é muito autoexplicativo, que tal então falarmos de como a série se apresenta.

Com toda a liberdade de um canal aberto, a série abusa de cenas fortes, de batalhas sangrentas e muito sexo. Porém essa temática só serve para caracterizar a época já que na minha visão o que mais importa aqui é a política, os questionamentos levantados, a luta por igualdade e a honra.

A série apresentou uma primeira temporada (Blood And Sand) muito mais extensa do que as demais e de certa maneira demorou um pouco para engrenar, mas mesmo assim todos os primeiros episódios foram essenciais para a continuidade da série, já que sem um contexto de nada adiantaria o belo roteiro criado.
Como disse anteriormente, após a primeira temporada foi exibido um “prequel” chamado “Goods Of Arena”, que além de apresentar vários personagens, que retornariam na segunda temporada, apresentou também um dos personagens mais querido pelos fãs (Gannicus).

Após isso tivemos ainda duas temporadas (Vegeance e War Of The Damned). Essas duas temporadas finais já apresentavam o novo ator que iria viver Spartacus e para surpresa de todos conseguiu convencer os fãs de que a troca além de inevitável, também poderia ser sanada por belas atuações de Liam McIntyre.

Apesar dessa confusão toda de troca de atores e acontecimentos, a série se destacou e conseguiu dar continuidade ao seu roteiro com fluidez de extrema qualidade. Sem medo de matar personagens importantes ou até mesmo criar cenas impactantes, a série foi muito além da guerra, ela conseguiu ser ágil, ser interessante, ser envolvente e desenvolver um roteiro maravilhoso. Além do mais se trata de uma série que terminou em seu auge após todas as especulações.

Se você gosta de aventura, de batalhas, mas também gosta de política, jogos de poderes e séries históricas, vai se amarrar em Spartacus.

Veja a promo da série:
Comentário(s)
0 Comentário(s)